O atleta olímpico Juraci Moreira (Mizuno/Clight) foi o vencedor da terceira etapa do Troféu Brasil de Triathlon, realizado na manhã deste domingo, no Condomínio Alphaville Flamboyant, em Goiânia. O atleta paranaense completou a prova em 1h52min53s. Juraci é atual campeão do Troféu e pentacampeão Brasileiro de Triathlon. O atleta também venceu a etapa goianiense no ano passado. ?Neste ano, não estou disputando troféu, mas pude fazer essa etapa?, diz Juraci, que participa pela primeira vez do campeonato neste ano. O percurso, cheio de subidas e descidas, é um treinamento para o principal objetivo do atleta no momento: as seletivas do Pan-Americano. ?As seletivas que farei na Europa são todas com subida?, diz. O segundo lugar ficou com o atleta da casa, Santiago Ascenço (Mizuno/Pão de Açúcar/HalexIstar/Pro-Esporte), com tempo de 1h53m28s. Santiago liderou a prova durante o ciclismo, mas foi ultrapassado por Juraci na corrida. ?Estava preparado para ganhar, mas nos últimos minutos houve a definição da prova, quando o Juraci me passou?. O atleta goiano fez os últimos 20 metros com o filho Luca no braço. Luca estava completando aniversário de um ano no mesmo dia e ganhou de presente a boa classificação do pai. José Mauro Myiashiro (Mizuno), o Maurinho, foi o terceiro lugar, completando o percurso em 1h53m45s.

No profissional feminino, as vencedoras foram Carla Moreno (Nike/Pão de Açúcar) (2h09m59), Ana Cristina Boccanera (Mizuno) (2h13m45) e Maria Soledad Omar (Mizuno) (2h14m42). ?Foi uma prova de superação?, desabafou Carla Moreno. Sem nadar há quatro semanas, em função de uma lesão no ombro, ela disse que pensou em desistir várias vezes enquanto estava nadando. Acostumada e estar sempre no pelotão de frente, a campeã da prova disse que sofreu o efeito psicológico de nadar atrás. ?Mas recuperei no ciclismo, me concentrei na corrida e peguei ritmo?, conta Carla.

?Foi uma prova de força, do início ao fim?, conta Ana Boccanera. A carioca, que tem o título de vice-campeã do Troféu em 2005 e 2006, disse que Carla Moreno e a argentina Maria Soledad, que ficou em terceiro, forçaram o ritmo da prova.  Para Boccanera, era uma questão de honra vencer uma das duas, já que, na última prova do Sesc, em Brasília, elas ficaram na sua frente.
 
Ranking

Com o terceiro lugar na prova, Maurinho se tornou líder no campeonato, passando Fábio de Carvalho (Mizuno/Unimonte/Herbalife), que não compareceu porque estava gripado e em recuperação depois de ter alcançado o sexto lugar no Ironman, há duas semanas.

Guto Antunes (Agaxtur Turism/Mizuno/Kainagua/Herbalife/Caravelle) chegou em sexto na prova e garantiu o segundo lugar no campeonato. O terceiro lugar geral ficou com Alessandro Ricardo Vieira (FME Joinville) e o quarto com o goiano Santiago Ascenço, que participou de duas das três etapas.

A etapa goianiense contou com 377 inscritos nas categorias profissional, amador e elite amador. Vinte e um estados mais o Distrito Federal foram representados. Seis atletas olímpicos competiram na capital goiana: Carla Moreno, Ana Boccanera, José Mauro Myiashiro, Juraci Moreira, Aglaé Menezes e Maria Soledad.

Único cadeirante da América Latina a participar da prova, Eliziário dos Santos, o Motorzinho, completou o percurso — metade das distâncias do profissional — em 1h42m28s. Disse que não achou o circuito puxado, só não tinha se preparado para a prova, já que vinha do Ironman, em Florianópolis, há duas semanas. Não participou da etapa em Goiânia no ano passado e comprovou que os colegas estavam com a razão quando falaram da beleza do local.
 
Programação

No total, o Troféu Brasil de Triathlon terá sete etapas. A 4ª prova do ranking será no dia 20 de agosto, em Nova Lima (MG). As três últimas disputas serão realizadas em Santos, SP, nos dias 24 de setembro, 22 de outubro e 3 de dezembro. Todas as informações estão no site oficial www.trofeubrasil.com.br.