A Federação Paranaense de Futebol (FPF) prepara um protocolo para o retorno do Estadual no início de maio. A ideia é apresentar o documento à Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) nos próximos dias.

Caso aprovado, o plano seguiria em frente primeiro com a volta dos clubes aos treinamentos no dia 2 de maio. Em uma segunda fase, com partidas de portões fechados, o campeonato seria retomado em 15 de maio.

O infectologista Jaime Rocha, vice-presidente da Sociedade Paranaense de Infectologia, se colocou à disposição para assessorar clubes e federação, além de ratificar o protocolo de retorno.

A FPF tem se baseado em dados da CBF e da Federação Catarinense para montar seu protocolo próprio. No últimos dias, o presidente Hélio Cury tem conversado com dirigentes para debater o tema.

Na semana passada, uma proposta de retorno do campeonato, feita pelo Londrina, foi envidada à FPF. A sugestão apresentada reforça a necessidade de sede única em Curitiba, estrutura mínima de logística e de representação de equipes envolvidas, além de um protocolo de ação baseado em notas técnicas da autoridade sanitária.

O Estadual tem 14 jogos em aberto. Oito pelas quartas de final, quatro das semifinais e outros dois das finais. Os clubes rebaixados, PSTC e União, já foram definidos. Além do campeão, o campeonato também irá definir os classificados à Copa do Brasil 2021.

+ Mais do futebol paranaense:

+ Athletico convoca reunião com conselho para apresentar balanço
+ Conheça os personagens mais bizarros que já passaram pelo futebol paranaense
+ Coritiba lança ingressos virtuais que serão revertidos em doação de máscaras