Contratado pelo São Paulo para a temporada 2012, Fabrício quase não entrou em campo pela equipe neste ano. O volante sofreu com uma sequência de lesões e ficou longo tempo no departamento médico. Perto de voltar ao time dirigido por Emerson Leão, o jogador admitiu que chegou a temer pelo seu futuro no futebol, mas garante que agora está pronto para ser útil e se firmar no São Paulo.

“A gente escuta o pessoal falar, né. Você fica chateado, pra baixo, mas sempre buscando forças para superar tudo isso. Passa aquela coisa na cabeça de saber se não vai jogar mais, se vai voltar bem ou não. Você fica desconfiado. Mas isso já passou e estou me sentindo muito bem”, disse ao site oficial do São Paulo.

Com uma lesão no calcanhar esquerdo, Fabrício só estreou pelo São Paulo no dia 22 de fevereiro, em partida contra o Bragantino, mas ficou menos de 30 minutos em campo por ter sofrido uma contusão na panturrilha direita. Ele voltou a jogar apenas em 1º de abril, mas no jogo seguinte, no dia 8, deixou novamente o time em razão de novo problema na panturrilha.

Recuperado, Fabrício está liberado para treinar com o grupo e espera ser aproveitado por Leão. “Estou me sentindo muito bem, fiz uma preparação boa. Foram quase duas semanas de treinos físicos e agora voltei e mexer com a bola, para me adaptar ao treino técnico. Tivemos o tempo necessário para trabalhar e a confiança está voltando”, disse.

Reforçado por Fabrício, o São Paulo volta a jogar no dia 6 de junho, em Porto Alegre, contra o Internacional, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Com três pontos, a equipe está em oitavo lugar no torneio.