O Coritiba apresentou oficialmente, na manhã desta quarta-feira (23), no CT da Graciosa, o zagueiro Cléber Reis e o meia Rafael Longuine como novos reforços do clube para a sequência da temporada. Os dois jogadores estavam no Santos e deixaram para trás, na equipe paulista, a chance de disputar a fase final da Libertadores e de brigar na parte de cima da classificação do Campeonato Brasileiro.

Com o discurso afinado, os dois novos reforços garantiram que o desafio de buscar algo maior pelo Verdão no Brasileirão foi a maior motivação para deixar o Peixe e defender o time coxa-branca.

“Foi o desafio. A gente podia ter ficado lá tranquilo, com a condição que o Santos se encontra, mas, como falei, foi uma decisão pessoal. Já a um bom tempo havia o interesse e o objetivo do Coritiba é, sem dúvida nenhuma, estar melhorando sua posição na tabela, chegando na Libertadores. Venho com esse pensamento, que a gente tem que unir forças, se fechar, nós jogadores com comissão técnica, diretoria e ter o torcedor ao nosso lado. Assim a gente tem grandes chances de conquistar nosso objetivo”, cravou Longuine.

“Como o Longuine falou, foram escolhas pessoais, sabíamos da situação do Santos hoje e é um desafio para a nossa carreira, é muito importante para nós e para o Coxa. Estamos aqui para somar com todos, para que possamos ter objetivo maior na carreira e no clube também. Para mim, hoje o Santos não vive mais no meu dia a dia. Meu dia a dia é o Coxa, vou fazer o melhor aqui e construir uma nova história aqui”, emendou Cléber Reis.

Confira a tabela completa do Brasileirão!

Com mais duas semanas até fechar a janela de transferências, o presidente do Coritiba, Rogério Portugal Bacellar, garantiu que o clube está atento ao mercado. Portanto, na reta final da competição nacional, mais reforços podem desembarcar no Couto Pereira.

“Não vou dizer que são as últimas contratações. Se aparecer alguém que nos interesse, que seja bom jogador, que possa melhorar nosso elenco, nós vamos atrás. O Longuine era um namoro de muito tempo, desde o meu primeiro ano de gestão e só deu agora. A janela fecha dia 6 e, se até o dia 6 aparecer alguém que interesse a comissão, nosso treinador, claro que vamos atrás”, finalizou o cartola.