Ficou para a próxima quinta-feira (31) a definição da contratação do atacante Rodrigão pelo Coritiba. Apesar de o executivo de futebol, Rodrigo Pastana, ter dado o prazo para acertar a vinda do centroavante até a noite desta terça-feira (29), o clube, pela falta de peças de qualidade no mercado, deve aguardar mais dois dias para confirmar a chegada do jogador que pertence ao Santos.

E é justamente uma questão política do Santos que está dificultando o acerto com o atacante Rodrigão. Segundo Pastana, a dívida do empréstimo do zagueiro Cléber Reis, contraída em 2017, já está acertada e será quitada de forma parcelada. No entanto, um imbróglio envolvendo as negociações com o Esporte Interativo está emperrando na vinda do centroavante para o Coritiba.

+ Leia mais: Atletiba está parado por conta da indefinição sobre ingressos

“Temos um plano B, mas não vamos falar de nomes, mas nossa paciência está esgotando. Desde o dia 20 de novembro, estamos tentando a contratação do Rodrigão. Ele quer vir, mas infelizmente há esse imbróglio entre Coritiba e Santos. Estranhamente o Sabino foi liberado e no caso do Rodrigão há uma questão política e que deve ser definida entre hoje e amanhã. Demos um prazo de hoje, mas pela carência do mercado desse camisa 9, a gente possa esperar um pouco mais. Até pela boa partida que o Igor Jesus fez, vamos esperar um pouco mais, até quinta-feira”, admitiu o dirigente alviverde.

O Coritiba, além de um centroavante, segue em busca de mais um volante e de dois atacantes de lado de campo. Esses nomes podem vir do Internacional, na dívida do clube gaúcho pelos empréstimos do volante Matheus Galdezani e do atacante Guilherme Parede. No entanto, os nomes estão sendo discutidos em conjunto com a diretoria colorada e são mantidos em sigilo.

+ Confira os jogos e a classificação do Campeonato Paranaense

“Temos uma excelente relação com o Internacional, diferente do que é com o Santos. Falo quase duas ou três vezes com o Rodrigo Caetano (dirigente do Inter) para que a gente decida isso. Preciso saber detalhes e características dos atletas que estão disponíveis e quais seriam eles que, dentro do perfil que queremos, venham realmente nos ajudar. Estamos muito próximos de uma decisão. Temos dois nomes em mente e vamos decidir nos próximos dez dias”, declarou Pastana.

O dirigente comentou ainda sobre a situação do zagueiro Rafael Lima. O experiente defensor tem propostas de times de Série B do Campeonato Brasileiro e deve ser emprestado. “Ele teve algumas sondagens. Ele é muito profissional e, por respeito ao atleta, optamos por não inscreve-lo, até pela limitação que temos. A gente está esperando a negociação concluir para que aconteça o empréstimo dele para que ele siga o caminho para fazer um bom ano em outro lugar. É a vontade do clube e a dele”, concluiu o cartola.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!