O técnico Jorginho não renovará com o Coritiba para 2020. A diretoria alviverde considerou que o valor pedido pelo treinador era alto e desistiu da permanência. A informação foi divulgada pelo Blog da Nadja e confirmada pela Tribuna do Paraná/Gazeta do Povo.

O ‘Dia D’ para o acerto era nesta quarta-feira (11) e as partes não chegaram a um acordo. A cúpula coxa-branca não aceitou o último o valor proposto por Jorginho, acima de R$ 250 mil, e encerrou a negociação. O máximo que o clube estava disposto a pagar mensalmente era R$ 200 mil.

Após o acesso à Série B, o executivo de futebol, Rodrigo Pastana, passou uma semana negociando com o empresário do comandante. O dirigente chegou a viajar ao Rio de Janeiro no último final de semana, mas a diferença entre a quantia oferecida e a pedida era considerável. Nos dias seguintes, eles não conseguiram chegar a um valor comum.

Com 71,1% de aproveitamento, Jorginho fez 15 jogos, com nove vitórias, cinco empates e apenas uma derrota. O técnico assumiu o Coritiba na oitava colocação, a dois pontos do G4, no final de setembro. Ele encerrou a Série B na terceira colocação, garantindo a volta do Coxa à Série A.

Sem acerto, o clube volta as atenções ao mercado. Odair Hellmann, ex-Internacional, surgiu como preferido, no entanto, o técnico acertou na tarde desta quarta-feira com o Fluminense. Uma segunda opção é Eduardo Barroca, que passou pelo Botafogo e conquistou o acesso na Série B pelo Atlético-GO.

Odair Hellmann foi anunciado pelo Fluminense. Foto: Divulgação/Fluminense/FC

+ Mais do Coxa:

+ Coritiba tem prioridades no mercado pra 2020
+ Confira a posição do Coritiba no ranking da CBF