O Coritiba desperdiçou a chance de deixar a zona de rebaixamento com folga. Nesta quarta-feira (9), o Coxa tinha tudo pra vencer, mas depois de ter uma derrota quase certa, conseguiu empatar em 3×3 com o Goiás, no Serrinha, pela nona rodada.

O Alviverde tinha o resultado sob controle, vencendo por 2×0, mas um pênalti e uma expulsão na reta final do primeiro tempo mudaram o jogo.

O resultado deixa o time na 16ª colocação, com oito pontos, mas ainda pode ser ultrapassado no complemento da rodada. Pressionada, a equipe tem pela frente o clássico Atletiba, no sábado (12), às 16h30, na Arena da Baixada.

+ Confira como foi o jogo no Tempo Real da Tribuna!

O Coritiba buscou trabalhar pelo lado esquerdo, com William Matheus, enquanto o Goiás procurou explorar Rafael Moura na frente. Ambos sem sucesso nos primeiros minutos. Aos 12, o Coxa encontrou o caminho do gol. William Matheus avançou pela esquerda e cruzou para Sassá na área. De cabeça, o atacante achou Robson, que finalizou para abrir o placar.

Após o gol, o time esmeraldino esboçou uma reação, mas logo o Alviverde controlou as ações do jogo. Em bobeada da zaga do Goiás, o Coxa ampliou. Edílson errou no recuo, Tadeu tentou chegar, mas, na dividida, William Matheus, meio sem querer, colocou para dentro.

O Esmeraldino ganhou uma esperança com o toque de mão de William Matheus dentro da área. Rafael Moura, de pênalti, descontou aos 44. Antes do intervalo, aos 47, veio a ducha de água fria no Coritiba. Rodolfo Filemon agrediu Rafael Moura e foi expulso, deixando o Coxa com 10.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Com um a mais, Thiago Larghi tratou de mudar o Alviverde goiano para o segundo tempo e foi para cima. Pressionou e virou. Primeiro, com Jara aos 35.

Em seguida, aos 36, em vacilo da zaga do Coritiba, Sabino marcou contra, o que parecia decretar a derrota da equipe.

Porém, o mesmo Sabino salvou o Coxa. Aos 50, o zagueiro cobrou pênalti com categoria e, ao menos, garantiu um ponto para os paranaenses.

Ficha técnica

Brasileirão 2020
9ª rodada

GOIÁS 3×3 CORITIBA

Goiás: Tadeu; Edílson (Pintado), David Duarte, Rafael Vaz e Jefferson; Gilberto, Breno (Miguel Figueira) e Daniel Bessa (Inácio Jara); Vinícius Lopes (Keko), Mike (Victor) e Rafael Moura. Técnico: Thiago Larghi.

Coritiba: Wilson, Jonathan , Rodolfo Filemon, Sabino e William Matheus; Matheus Sales (Matheus Galdezani), Hugo Moura (Luiz Henrique) Matheus Bueno Rhodolfo; Igor Jesus, Robson(Giovanni Augusto) e Sassá (Natanael). Técnico: Jorginho.

Local: Serrinha (Goiânia-GO)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Jean Márcio dos Santos (RN).
Gols: Robson, 12, William Matheus, 37, e Rafael Moura, 44 do 1º; Jara, 35, Sabino (contra), 37 e Sabino, 50 do 2º
Cartões amarelos: Mike, Edílson, Miguel Figueira e Victor Andrade (Goiás). Hugo Moura e Matheus Bueno (Coritiba).
Cartões vermelhos: Rodolfo Filemon (COR) e Rafael Vaz (GOI)


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?