O Coritiba empatou com o Rio Branco por 1×1 na noite desta quinta-feira (23), no Couto Pereira, pela segunda rodada do Estadual. Felipe Nunes fez o gol do Leão da Estradinha no primeiro tempo, enquanto Rodolfo Filemon igualou para o Coxa na segunda etapa.

A escalação alviverde teve novidades, como a volta de Wilson para o gol, o zagueiro Caetano improvisado de lateral-esquerdo e a estreia do ex-Paraná Rodolfo Filemon na defesa. O volante Nathan Silva jogaria na zaga, mas quebro a mão durante a semana e ficara fora por um mês – Sabino continuou no time. Matheus Sales reestreou, enquanto Matheus Galdezani, Wellissol e Robson ganharam vagas no time inicial.

+ Veja como foi o jogo entre Coritiba e Rio Branco!

Assim como na estreia, o Coxa saiu atrás no placar no começo da partida, aos 8 minutos. Após bate e rebate, Filipe Santos cruzou de dentro da área, Rodolfo Filemon desviou e a bola sobrou limpa para Felipe Nunes, na linha do gol, escorar para as redes.

A equipe alviverde, atrás do placar, tentou responder rapidamente. Galdezani deu o primeiro chute a gol aos 15. Sete minutos depois foi Robson, de cabeça, que obrigou Dalton a fazer nova defesa.

A melhor chance coxa-branca foi na reta final. Robson achou Guilherme Parede infiltrando dentro da área, mas o atacante chutou em cima do goleiro, que fechou bem o ângulo.

+ Blog do Cristian Toledo: Confira a análise do jogo!

Na volta do intervalo, o técnico Eduardo Barroca promoveu as entradas de Rafinha e Gabriel nas vagas de Thiago Lopes e Lucas Ramon, respectivamente. Ainda no início, em jogada individual, Rafinha chutou rasteiro nas mãos de Dalton, já Robson teve boa chance, mas se desequilibrou na hora de finalizar.

A 25 minutos do fim, o treinador alviverde tirou Galdezani e colocou Igor Jesus. O Coritiba mantinha a posse de bola, mas errava muito na tomada de decisão, seja no passe ou na finalização. O Rio Branco, acuado, se defendia bem e usava da famosa cera para passar o tempo. Wilson, por exemplo, não fez nenhuma defesa em todo o jogo.

Dessa forma, aos 24, a solução coxa-branca foi na bola parada. Em falta da direita, cobrada por Guilherme Parede, o zagueiro Rodolfo Filemon compensou o azar do gol do adversário, subiu alto para cabecear e empatou. O jogador estava em posição irregular, mas a arbitragem não assinalou impedimento.

+ Confira a tabela e a classificação do Campeonato Paranaense!

Na reta final, o Coxa esboçou uma pressão para conseguir a virada, só que não conseguiu criar chances. Wellissol, em bom lance, deu o único chute a gol para defesa tranquila de Dalton.

Com 4 pontos e na quarta colocação, o Coritiba volta a campo no domingo, às 18h, na Vila Capanema, no clássico diante do Paraná Clube.

Próximos jogos
26/01, Vila Capanema: Paraná x Coritiba
29/01, Couto Pereira: Coritiba x Operário
02/02, Estádio do Café: Londrina x Coritiba

Ficha técnica
CAMPEONATO PARANAENSE
1ª FASE – 2ª RODADA
CORITIBA 1×1 RIO BRANCO

Coritiba
Wilson; Lucas Ramon (Gabriel), Rodolfo Filemon, Sabino e Caetano; Matheus Sales, Matheus Galdezani (Igor Jesus) e Thiago Lopes (Rafinha); Robson, Wellissol e Igor Jesus. Técnico: Eduardo Barroca

Rio Branco
Dalton; Luis Roberto (Wagner), Renato Oliveira, Salazar e Higor; Paulo Henrique, Zezinho (Artur), Vinícius Balotelli, Felipe Nunes e Filipe Santos (Lito); Kaio Wilker. Técnico: Tcheco

Local: Estádio Couto Pereira
Árbitro: Murilo Ugolini Klein
Assistentes: Wesley Waldir Marmitt e Luis Henrique Campanhoni Amadori
Gols: Filipe Nunes 8 do 1º; Rodolfo Filemon 24 do 2º
Cartões amarelos: Matheus Sales, Matheus Galdezani (COR); Filipe Santos, Caio Wilker, Vinícius Balotelli (RIO)
Público pagante: 8.704
Público total: 9.260
Renda: R$ 190.612,00

+ Mais do Coxa:

+ Rafinha critica gramado sintético da Arena da Baixada
+ Coritiba perde vagas em torneios importantes das categorias de base