Após um ano longe dos gramados, Matheus Galdezani voltou e foi peça importante na virada do Coritiba para cima do FC Cascavel, no Couto Pereira, por 2 a 1, pela estreia do Campeonato Paranaense. O volante, que foi emprestado ao Internacional em 2019 e sofreu uma séria lesão no joelho, que o impediu de jogar, retornou ao clube Alviverde sob desconfiança e precisou de 28 minutos no segundo tempo para mostrar que pode contribuir com o time.

“2019 foi um ano difícil pela lesão. Estou muito feliz, voltar a jogar e ajudar meu time é muito importante. Estamos no caminho certo, tenho certeza que vamos dar alegrias ao torcedor”, disse Galdezani às rádios Banda B e Transamérica.

+ Confira os gols da primeira rodada do Campeonato Paranaense!

Galdezani chegou ao Coritiba por empréstimo em 2017. Após se destacar no Estadual, o clube comprou os direitos econômicos do atleta, mas, no decorrer do ano, ele caiu de rendimento. No ano seguinte, o jogador foi emprestado ao Atlético-MG, mas não engrenou na equipe mineira, que não exerceu o direito de compra.

+ Veja a tabela e a classificação do Campeonato Paranaense!

No jogo, o volante deu boas inversões no segundo tempo e transformou o setor de meio de campo, que teve outra dinâmica em relação à primeira etapa. “Galdezani é um jogador que acompanhei aqui e no Atlético-MG. Acredito muito nele, ele vem trabalhando muito forte e vai ser muito útil na nossa temporada”, disse o técnico Eduardo Barroca.

Para o próximo desafio do Coritiba, na quinta-feira (23), contra o Rio Branco, o treinador irá avaliar as condições clínicas de cada atleta para escalar os onze que irão começar a partida no Couto Pereira.