Irresistível no Campeonato Paranaense, o Coritiba mantém os pés no chão quando se trata de recordes na competição. Apesar das nove vitórias seguidas no Estadual, o Alviverde prefere pensar no título antes de marcas que não garantam troféus para o memorial do Alto da Glória.

Por isso, a norma no Coxa é pensar no bicampeonato, mas se os números forem conquistados, melhor. “A gente fala muito pouco sobre isso. Eu acho que isso pode até acontecer de forma natural, mas o grande foco do nosso grupo, do nosso clube é a conquista do título. Vamos em busca da conquista, jogo a jogo, em busca das vitórias”, aponta o técnico Marcelo Oliveira.

Segundo ele, o caminho do time está bem pavimentado. “Às vezes de forma mais tranquila (3 a 0 no Paranavaí) como foi a penúltima vitória e às vezes de forma mais sofrida (4 a 2 no Paraná) mas que nos faz fortalecer, nos traz uma reflexão para futuros compromissos e futuras competições”, destaca o treinador.

Para Marcelo, o importante é ficar atento. “Cautela sempre é pregada, a orientação é sempre essa e a invencibilidade, se vier, será bem-vinda. Mas é pouco falado isso e falamos sempre naquele foco melhor que é a conquista do campeonato”, completa.

Antes disso, porém, o Coxa abre um parêntese no Paranaense e volta a se concentrar na Copa do Brasil. Na quinta-feira, encara o Atlético-GO no Serra Dourada, mas com desfalques.

O zagueiro Pereira, o lateral-esquerdo Eltinho e o atacante Bill serão avaliados hoje pelo departamento médico. Se não puderem atuar, a tendência é que os substitutos de domingo (Jéci, Lucas Mendes e Anderson Aquino) sejam efetivados. À tarde, o time treina no CT da Graciosa. A viagem para Goiás será amanhã à tarde.