Um empate valorizado como vitória. O resultado do Coritiba de 1×1 diante do líder Bragantino foi visto com bons olhos pelo elenco coxa-branca. Mesmo que o Verdão tenha jogado quase todo o segundo tempo com um jogador a mais, e já no finalzinho do jogo com dois homens de vantagem, a dificuldade imposta pelo adversário foi considerada. O placar igualado mantém o Coxa na vice-liderança com 33 pontos, e, principalmente, evita que o Massa Bruta, apenas com dois a mais, se distanciasse.

O lateral-direito Felipe Mattioni até lamentou o fato do time não sair com a vitória, mas destacou a entrega do grupo em campo. “A gente esperava a vitória pelo que se deu no segundo tempo, mas enfrentamos um grande time, que se fechou muito e dificultou ao máximo. Conseguimos encontrar um importante gol”, avaliou.

+ Leia mais: Coritiba empata com o Bragantino em duelo de líderes da Série B

O Bragantino saiu na frente com gol de Bruno Tubarão aos 11 da primeira etapa e o gol coxa-branca só veio aos 26 da segunda etapa com o artilheiro isolado da competição, o Rodrigão com 11 gols assinalados. O camisa 9 fez questão de destacar a entrega do time na busca pelo placar. O Bragantino ‘amassou’ o Verdão nos primeiros 45 minutos de jogo e foi preciso de muita superação para que o Coxa saísse de campo sem um placar negativo. Com o empate, o time Alviverde confirmou seu nono jogo de invencibilidade na competição.

Para o centroavante, o ponto conquistado valeu por três. Além disso, foi essencial para não deixar o concorrente direto pela primeira colocação se distanciar na tabela. “A equipe correu bastante para conseguir esse empate que valeu como três pontos. Foi muito importante porque não deixamos o Bragantino se distanciar, são apenas dois pontos e agora temos jogos em casa. Pouco a pouco vamos atingir nosso objetivo”, destacou.

+ Confira a classificação completa da Série B!

O camisa 9 deixou claro que o grande objetivo do Coxa na temporada é o acesso e que o time está se entregando para conseguir isso, mas que também não vai desperdiçar a chance de assumir a liderança, caso a oportunidade surja. “Agora vamos esperar a oportunidade. Se eles (Bragantino) escorregarem, nós vamos aproveitar”, arrematou.