O Coritiba empatou com o líder Bragantino em 1×1 no duelo entre os times da ponta da Série B do Campeonato Brasileiro. O confronto direto pelo topo da tabela aconteceu nesta quinta-feira (22), no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, e foi válido pela 18ª rodada da competição. O Coxa saiu atrás no placar, mas com um a mais em campo em praticamente toda a segunda etapa, conseguiu buscar a igualdade, importante na busca pela liderança e pelo acesso para a primeira divisão.

+ Veja como foi o jogo no nosso Tempo Real!

Mesmo que não tenha saído com a vitória, o Verdão segue firme no G4 na segunda colocação com 33 pontos. O resultado faz com que o Coxa chegasse ao nono jogo de invencibilidade no Brasileirão.

O Alviverde começou a partida organizado, mas não teve muito tempo para criar perigo e acabou envolvido com facilidade pelo Massa Bruta. Apesar da tentativa de pressionar o adversário, em uma bobeira da defesa coxa-branca, os donos da casa abriram o placar aos 11 minutos. Bruno Tubarão, posicionado do lado direito, recebeu uma bola invertida e, de fora da área, chutou forte cruzado. A bola chegou a desviar em William Matheus e venceu Alex Muralha.

Mesmo atrás no placar e encontrando dificuldade de impor seu jogo, o Verdão fez o que pôde para ir pra chegar à área adversária. Em um lance de bola parada o Coxa marcou, mas o gol foi anulado. Aos 24 minutos, após cobrança de falta de William Matheus na área, Sabino chegou com velocidade e mandou para o fundo das redes, porém o árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima anulou o gol porque entendeu que houve falta de ataque do zagueiro em cima de Barreto.

A torcida do Coxa foi até Bragança Paulista. Foto: Raphael Brauhardt/Coritiba FC
A torcida do Coxa foi até Bragança Paulista. Foto: Raphael Brauhardt/Coritiba FC

No restante da primeira etapa o Coxa sofreu para evitar que o prejuízo fosse maior. Com amplo domínio do jogo, o Bragantino chegava com facilidade ao ataque. Aos 41, Claudinho mandou para Matheus Peixoto, que de dentro da área se livrou de Alex Muralha e tocou para o gol. Sabino se jogou e conseguiu tirar quase na linha, impedindo o segundo do time paulista.

A segunda etapa mal começou e o Bragantino ficou com um a menos em campo. Edimar entrou com as travas da chuteira por trás na panturrilha de Thiago Lopes. Jean Pierre, o Vin Diesel brasileiro, não teve dúvidas e expulsou o lateral. O meia precisou sair de campo por conta da falta.

Depois do lance, a partida ficou mais dura, com os jogadores chegando firme nas disputas de bola, o que dava a entender que até o apito final os dois times se entregariam ao máximo pelo placar.

Com um a mais em campo, o Coritiba conseguiu encontrar mais espaço para atacar. Aos 13, Rafinha avançou pela direita, encontrou Giovanni na área, que mandou a bola rente à trave do goleiro Júlio César. O Coxa teve outra excelente chance na sequência. Em cobrança de falta de Rafinha, Rodrigão chegou na área cabeceando firme, porém mais uma vez Júlio César fez grande defesa e mandou para escanteio.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Acreditando que conseguiria ao menos empatar, o Verdão não desistiu e chegou ao gol aos 26 minutos da etapa complementar. O responsável por balançar as redes e fazer o Verdão sair de campo com um ponto garantido foi o artilheiro Rodrigão. Depois de boa jogada de Robson pela direita, o atacante cruzou para Rodrigão, que com categoria dominou e estufou as redes. O Coxa seguiu pressionando, e terminou a partida com 11 contra nove com a expulsão de Pio, mas a partida terminou mesmo empatada. Na última rodada do primeiro turno da Segundona, o adversário é o Vitória, na próxima terça-feira (27), com mais uma vez o Couto Pereira lotado.

Ficha técnica

SÉRIE B
1º Turno – 18ª Rodada

BRAGANTINO 1×1 CORITIBA

Bragantino
Julio César; Pio, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Barreto, Uillian Correia, Claudinho, Wesley (Ricardo Ryller) e Bruno Tubarão (Rafael Silva); Matheus Peixoto (Thiago Ribeiro).
Técnico: Antonio Carlos Zago

Coritiba
Alex Muralha; Felipe Mattioni, Rafael Lima (Romércio), Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Juan Alano e Rafinha (Igor Jesus); Thiago Lopes (Giovanni), Robson e Rodrigão.
Técnico: Umberto Louzer

Local: Nabi Abi Chedid (Bragança Paulista-SP)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Tiago Augusto Kappes Diel (RS) e Fabricio Lima Baseggio (RS)
Gols: Bruno Tubarão 11 do 1º e Rodrigão 26 do 2º
Cartões amarelos: Ortiz, Pio (BRA); Sabino, Felipe Mattioni (CFC)
Cartões vermelhos: Edimar e Pio
Renda: R$ 48.170,00
Público total: 6.714