O árbitro Igor Junio Benevenuto de Oliveira relatou xingamentos feitos pelo presidente do Coritiba, Samir Namur, e o vice, Jorge Durao, na volta do intervalo da partida contra o Bahia, realizada na última segunda-feira, no Couto Pereira.

De acordo com a arbitragem, os dirigentes gritaram “a bola bateu na barriga, seu filho da p…”, sobre o lance do gol anulado do Coxa, marcado por Giovanni Augusto, após toque de Neílton ainda no primeiro tempo. Após análise no VAR, Oliveira anulou o tento e, no lance seguinte, o Bahia empatou o confronto.

>> Tabela e classificação do Brasileirão

Ainda segundo o árbitro, os dirigentes foram identificados pela supervisão da Federação Paranaense de Futebol. O registro será encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva, que optará por abrir uma denúncia ou não do caso.

Com a derrota para o Bahia, por 2 a 1, o Coritiba retornou para a zona do rebaixamento do Brasileirão. O próximo compromisso da equipe será contra o Flamengo, no próximo sábado, às 19h, no Maracanã.

+ Mais do Coxa:

+ Campanha do Coritiba é a pior das últimas participações no Brasileirão
+ Cristian Toledo: derrota de virada deixa Coxa em situação dramática