Um pouco de segredo não faz mal a ninguém. Ainda mais em momentos decisivos. Por isso, Pachequinho está escondendo o jogo às vésperas do jogo decisivo contra o Cianorte, neste domingo (23), às 16h, no Couto Pereira, pela semifinal do Campeonato Paranaense. O Coritiba precisa vencer o Leão do Vale por dois gols de diferença para chegar à final – vitória com um gol de vantagem leva a decisão para os pênaltis, e empate ou vitória adversária classifica o time do interior.

A boa notícia, conhecida desde o início da semana, está reafirmada. Kléber será de volta o capitão do time. E é a esperança de gols para uma equipe que precisará fazer mais de um diante de um time bem arrumado como o Cianorte. Mas Pachequinho não quer dar o caminho das pedras para o técnico rival Marcelo Caranhato, a revelação deste Paranaense. E é aí que começa o segredo alviverde.

Que ganha “força” com a dúvida na escalação de Alan Santos. O volante sente dores musculares, não conseguiu treinar durante a semana e pode ser desfalque. Será tratado até o domingo, e apenas antes do jogo terá a definição se será utilizado ou não. Se não puder atuar, o mistério acaba e o Gladiador entra na vaga aberta pelo camisa 5.

Liberado pelos médicos, Alan Santos é titular absoluto e aí três opções se abrem para Pachequinho. Se quiser montar uma equipe mais próxima do que usou durante a boa fase do Coritiba sob seu comando, ele tiraria Tiago Real, mantendo dois volantes e três atacantes. Caso queira colocar o Coxa no ataque com tudo, Edinho sairia. E se preferir mais equilíbrio no meio-campo, Henrique Almeida seria o sacado.

Pachequinho explica a dúvida por conta da necessidade de não ter uma equipe ‘desesperada’. “O que temos que ter é inteligência, não deixar a ansiedade atrapalhar até porque o adversário tem uma transição rápida. Independente da formação, temos que trabalhar a bola para furar o bloqueio do adversário, mas com inteligência”, comentou.

O que é certo é que Dodô deixa o time para que Rodrigo Ramos, recuperado da amidalite, volte a ser titular. Outro destaque é Wilson, que completa neste domingo 100 partidas com a camisa alviverde. A provável formação do Coxa tem Wilson; Rodrigo Ramos, Walisson Maia, Werley e William Matheus; Edinho (Alan Santos), Anderson e Tiago Real; Iago, Henrique Almeida e Kléber.