enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Confederação rejeita levar canoagem para Itaipu em 2016

Depois que o Tribunal de Contas da União (TCU) revelou preocupação com o atraso de 15 meses no início das obras no Complexo de Deodoro, fundamental para a organização dos Jogos do Rio/2017, uma das possibilidades que passou a ser discutida foi levar a canoagem slalom para Foz do Iguaçu. Com isso, seriam reduzidos os custos do Complexo, uma vez que já existe uma pista para a prova de correnteza no Paraná, dentro de Itaipu.

Nesta segunda-feira, a Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) se posicionou contra a decisão. “O problema é meramente técnico. O projeto do Canal Itaipu foi concebido em 1996/97, utilizando-se apenas de obstáculos fixos (pedras). Hoje o conceito é totalmente diferenciado, não se utilizam mais pedras e os obstáculos são móveis fabricados de plásticos. Esses obstáculos são movimentados no fundo do canal podendo a pista ser transformada em diferentes níveis técnicos”, explicou o presidente da entidade, João Tomasini Schwertner.

Ele reclama que, levando a competição para Itaipu, a canoagem slalom deixa de receber um legado com os Jogos. “A confederação entende que a oportunidade da realização dos Jogos Olímpicos no Rio e a construção da pista de canoagem slalom no Complexo de Deodoro é fundamental para continuar esse grande crescimento que o esporte está fazendo nos últimos anos para estar entre as potências olímpicas da modalidade”, diz nota emitida pela CBCa.

Além disso, Tomasini alega um problema natural: o volume de água que entra no canal é de 9 metros cúbicos por segundo (contra 20 metros previstos), o que deixa o local com pouca profundidade e com obstáculos expostos que invariavelmente quebram os equipamentos. Também não há grande possibilidade de aumentar a capacidade de público.

“Sabemos que o Canal Itaipu não suportará tantas pessoas assim, a não ser que muitas obras sejam realizadas e a mata lateral seja suprimida o que será mais uma importante questão para ser resolvida junto ao IBAMA e o próprio Meio Ambiente da Itaipu Binacional”, reforça Tomasini. Itaipu, porém, foi escolhida há um ano como sede do Mundial Júnior e Sub-23 de 2015. O Canal também recebeu o Mundial adulto de 2007.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas