O ex-jogador e comentarista Walter Casagrande chorou ao falar da morte de Diego Armando Maradona, no Jornal Hoje (Globo), na tarde desta quarta (25). Ele disse que sempre ficou muito chocado com quem estava ao redor do argentino, vendo que ele estava indo para o “fundo do poço”, e não fazendo nada para ajudá-lo a tratar seu problema com a dependência química.

Campeão da Copa do Mundo de 1986 com a seleção do país, Maradona foi um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos. “Eu fico chocado pela perda de um grande jogador, um cara que eu conheci, que eu gostava muito e um dependente químico. Eu sofro muito quando morre um dependente químico. Para mim, é muito duro”, afirmou.

+ Cristian Toledo: Diego Maradona, mais perto da Mano de Dios

Depois, no GloboNews, Casagrande, que também é dependente químico, disse que só conseguiu escapar do mesmo destino trágico de Maradona pelo apoio de sua família. “Hoje eu perdi alguns pedaços, porque é muito difícil você morrer dessa maneira.” Ele também cobrou atitudes do poder público para o tratamento de dependentes químicos no Brasil.

+ Mais da morte de Maradona:

+ Athletico, Coritiba e Paraná homenageiam Maradona: “Eterno”
+ Argentina decreta três dias de luto pela morte de Maradona
+ Um dia vamos bater bola no céu, diz Pelé sobre morte de Maradona


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?