A Umbro Brasil, fornecedora esportiva do Atlético e de outras seis equipes brasileiras, divulgou uma nota de esclarecimento, na tarde desta segunda-feira (16), para explicar a situação inusitada ocorrida no último fim de semana com o Furacão.

Na última sexta-feira, o clube divulgou em seu site oficial e redes sociais a nova camisa em parceria com a empresa. O novo produto fazia parte do projeto Nations, em que a Umbro homenageia algumas seleções.

O Atlético recebeu uma camisa com as cores da Seleção da Espanha, já que os espanhóis escolheram o CT do Caju, em Curitiba, como sede para ficar na disputa da Copa do Mundo de 2014.

Porém, a nova camisa teve uma repercussão negativa entre os torcedores e, no dia seguinte, o Atlético revelou que o produto não seria utilizado pelo time e nem comercializado.

Na nota de esclarecimento da Umbro, a empresa destaca que a camisa havia sido aprovada pela diretoria rubro-negra, após um “rigoroso processo”.

Confira a nota na íntegra:

A Umbro Brasil, patrocinadora de sete equipes brasileiras, atualmente, esclarece que a criação, desenvolvimento e lançamento dos produtos de todos os clubes seguem um rigoroso processo de aprovação, sempre contando com a anuência e liberação das diretorias envolvidas, clube e marca.

No projeto Nations, o Clube Atlético Paranaense (CAP) seguiu o mesmo processo de aprovação, assim como todos os clubes. Reforçamos que a camisa passou por alterações e sugestões propostas pela diretoria do clube e que foram aceitas pela marca, resultando no design e cores da camisa El Huracán.

Temos orgulho da história que criamos ao lado do CAP ao longo dessas duas décadas, buscando satisfazer os anseios da apaixonada torcida do furacão. Reiteramos que todos os produtos – ao longo desses anos de parceria – foram aprovados em conjunto pelo clube e marca.