Desde que voltou de lesão nas costas e se firmou no time titular do Atlético, o meia Guilherme vem sendo decisivo. O camisa 17 do Furacão começou jogando as últimas cinco partidas, sendo quatro pelo Brasileirão e uma pela Libertadores. Marcou dois gols e deu assistência para outros três, além de ter criado boas oportunidades e desperdiçado outras.

Uma nova fase, que ele espera continuar melhorando para que o Rubro-Negro siga subindo também na tabela do Campeonato Brasileiro. “Tenho conseguido, com a sequência de jogos, ter uma boa evolução. Algo que eu não tinha há tempos, até por conta dos 60 dias praticamente que eu fiquei fora. Eu quero mais, continuar crescendo e evoluindo. Quero ajudar os meus companheiros com passes ou na formação tática”, destacou o atleta, em entrevista ao site oficial do clube.

Guilherme terá uma nova oportunidade neste domingo (27), às 16h, contra o Flamengo, na Ilha do Urubu. Um velho conhecido do Furacão neste temporada. As duas equipes já se enfrentaram três vezes neste ano, sendo duas pela Libertadores e uma pelo Brasileirão. Até aqui, cada um levou a melhor uma vez, pelo torneio continental, além de um empate.

O meia enfrentou o rubro-negro carioca apenas uma vez, pelo Campeonato Brasileiro, justamente quando acabou fraturando a coluna. Apesar de ter pouco atuado contra o adversário, ele vê um jogo complicado, mas aponta o Atlético em um melhor momento em relação aos duelos anteriores.

Confira a tabela completa do Brasileirão!

“Tivemos os três resultados (vitória, empate e derrota). Não podemos perder a atenção em nenhum momento. Eles têm jogadores de extrema qualidade e que desequilibram. Mas eu entendo que hoje somos mais fortes em relação aos jogos passados. Não só por peças que voltaram ao time, mas pela própria organização tática. O nosso comprometimento e a nossa competitividade cresceram. Então, tem tudo para ser um grande jogo. Vamos com a intenção de buscar a vitória”, concluiu Guilherme.