O começo do segundo turno do Campeonato Brasileiro está longe de ser dos mais tranquilos para o Atlético. Logo nas duas primeiras rodadas, o Furacão terá pela frente nada menos que os dois primeiros colocados na classificação. Primeiro, pega o líder Palmeiras, domingo, às 18h30, na Arena da Baixada. Depois, enfrenta o o vice-líder Atlético-MG, que vem de cinco vitórias consecutivas, no dia 21, às 11h, no Independência. Se já não bastasse isto, logo depois, no dia 24, recebe o Grêmio, sexto colocado, na Arena da Baixada, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Uma sequência complicada que já começou nas duas últimas rodadas, quando encarou o Corinthians, atual terceiro, e o Flamengo, o quarto. No entanto, apesar de enfrentar cinco dos seis primeiros colocados em um período de 21 dias, o Furacão já provou que vem se dando muito bem contra aqueles que estão à sua frente na classificação.

Só pelo Brasileirão foram seis jogos, com três vitórias (2×0 em Grêmio e Corinthians e 1×0 no Santos, todos em casa), um empate (1×1 com o Atlético-MG, também em casa) e duas derrotas (4×0 para o Palmeiras e 1×0 para o Flamengo, ambas longe da torcida), o que dá um aproveitamento de 55,55% contra o top-6.

Entre todas as outras equipes que estão no Campeonato Brasileiro, ninguém tem um aproveitamento tão bom contra os seis primeiros. O que mais se aproxima é o Fluminense, com 44,4% (duas vitórias, dois empates e duas derrotas). Se levar em consideração os confrontos direto entre eles, colocando o Rubro-Negro no lugar para fechar seis duelos, apenas o Palmeiras tem campanha melhor, com 72,2%, enquanto Atlético-MG e Grêmio têm os mesmos 55,5% de aproveitamento.

Os números atleticanos, aliás, ficam ainda melhores se não considerar apenas o Campeonato Brasileiro. Pela semifinal da Primeira Liga, o Atlético derrotou o Flamengo por 1×0, em Juiz de Fora, e acabou disputando a decisão.

Ou seja, apesar da sequência complicada, as estatísticas mostram que o Furacão está jogando no mesmo nível que os concorrentes, principalmente na Arena, onde ainda não perdeu e sofreu apenas um gol nestes confrontos (contra o Galo). Além disso, vale ressaltar que na goleada por 4×0 para o Palmeiras, logo na estreia, era na semana seguinte à conquista do título estadual. No meio da semana, o time havia empatado com o Dom Bosco-MT por 2×2 pela ida da segunda fase da Copa do Brasil e o técnico Paulo Autuori havia ressaltado que o grupo ainda sofria de uma ‘ressaca’ pós-título.

Se manter a média nestes próximos jogos, o Rubro-Negro tem grandes chances de entrar no G4 após as duas rodadas, uma vez que existem outros confrontos diretos, como Grêmio x Corinthians e Santos x Atlético-MG, na 20ª rodada, e Flamengo x Grêmio, na 21ª.

Nova torcida! Veja mais sobre o Atlético na coluna do Mafuz!