O Atlético nunca precisou tanto que a Arena da Baixada, tão temida pelos adversários em outras temporadas, sobretudo no ano passado, volte a ser a aliada do clube na disputa do Campeonato Brasileiro. Nem mesmo as duas vitórias sobre Atlético-MG e Atlético-GO, ambas fora de casa e por 1×0, serviram para tirar o Furacão da zona de rebaixamento da competição nacional. Agora, a equipe rubro-negra precisa fazer valer o fator casa contra São Paulo, nesta quarta-feira (21), e Vitória, no domingo (25), para sair de vez das últimas colocações na classificação.

O Atlético vai entrar em campo diante do São Paulo um pouco mais aliviado. Mas não menos pressionado, já que dentro da zona de rebaixamento desde o início do Campeonato Brasileiro. O técnico Eduardo Baptista reclamou da sequência desgastante do time atleticano, mas espera dar sequência no bom momento, agora jogando na Arena da Baixada.

“Conseguimos duas vitórias e a gente vinha de uma derrota em casa, de uma colocação que não é ideal para o Atlético. Nós conseguimos reverter, foram duas vitórias fora em dois jogos atípicos. Jogamos quase uma hora contra o Atlético-MG com um jogador a menos. Foi uma situação atípica e, com brio, determinação e organização, conseguimos duas vitórias importantes. Agora a gente volta para jogar em casa com mais tranqüilidade para dar sequência no caminho de vitórias”, cravou o treinador.

O Atlético, melhor mandante do Brasileirão do ano passado, ainda não venceu jogando na Arena da Baixada na competição nacional. Perdeu para Grêmio e Santos, ambos por 2×0, e empatou em 1×1 diante do Flamengo. Por isso, chegou a hora do Furacão voltar a vencer diante do seu torcedor para sair da zona de rebaixamento do torneio.

“Agora é aproveitar os jogos fora para que a gente possa subir na tabela e estar onde a gente merece estar”, afirmou o volante Otávio. “A gente chega para jogar em casa, mas temos que colocar os pés no chão, não tem nada garantido, mas vamos buscar fazer o resultado positivo dentro de casa”, emendou o lateral-esquerdo Sidcley.

Apesar das duas vitórias seguidas fora de casa, o Atlético, com 8 pontos, não saiu da zona de rebaixamento. Ocupa a antepenúltima colocação e pode subir até sete posições caso consiga vencer o São Paulo, amanhã, na Arena da Baixada. Se fechar a semana de jogos em casa com seis pontos, o time atleticano, além de sair de vez da zona de rebaixamento, conseguirá até vislumbrar uma situação melhor na classificação do Brasileirão.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro!

Sob o comando do técnico Eduardo Baptista, o Atlético conseguiu somente uma vitória na Arena da Baixada. Foi diante do Santa Cruz, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, quando fez 2×0 e o Furacão garantiu a classificação para as quartas de final da competição nacional. Agora, mais do que nunca chegou a hora do Joaquim Américo voltar a ser o Caldeirão tão temido pelos adversários.