Se até poucas rodadas atrás o Atlético se preocupava em conseguir sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, agora já pode até vislumbrar a parte de cima da tabela. Com dois jogos a menos na competição, o Rubro-Negro é o 16º colocado, com 21 pontos somados. Mesmo que a colocação ainda seja ‘perigosa‘, na porta da ZR, a sequência de sete jogos sem derrotas, conquistada sob o comando do técnico Tiago Nunes, transformou o ambiente no Furacão.

O comandante atleticano destacou que o triunfo em cima do Grêmio, de virada, por 2×1, na última rodada, marcou o início de uma nova fase.

“(A vitória) Tem uma representatividade grande em função do que a gente vinha passando nos últimos tempos. É uma equipe que tem qualidade e com bom ambiente para trabalhar. Sabíamos que, com muita repetição e doação dos atletas, as coisas poderiam acontecer”, comentou o treinador, que completou 10 jogos à frente da equipe principal, com apenas uma derrota nesse período.

Tiago conquistou alguns resultados relevantes desde que foi promovido internamente, logo após a retomada da competição depois da Copa do Mundo. Além de algumas goleadas como o 4×0 em cima do Vitória e 3×0 diante do Flamengo pelo Brasileirão conduziu o time para as oitavas de final da Sul-Americana, com um convincente 4×1 no jogo de volta com o Peñarol. Hipoteticamente, caso conquistasse duas vitórias nas partidas que tem em atraso, o Furacão poderia estar atualmente com 27 pontos, o que garantiria a nona colocação, ou seja, o time estaria brigando por uma vaga na Libertadores da América.

Porém, ainda que o time venha de uma fase próspera e possa acreditar em conquistas maiores, Tiago Nunes quer manter os pés no chão.

LEIA TAMBÉM NA TRIBUNA: PERSEGUIÇÃO POLICIAL TERMINA COM MORTE DE PM

“A gente tem tratado jogo a jogo com a mesma importância e esse tem sido um diferencial para que a gente possa neste momento sair de zona de rebaixamento e quem sabe não voltar mais. A gente tem que continuar com a mesma seriedade, com esse mesmo ímpeto, sabendo que esses dois jogos em casa são determinantes para dar sequência ao restante da temporada”, explicou o treinador, que não quer projetar resultados a longo prazo.

Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

“Se pensar em outro objetivo pode ficar algo muito distante. Agora o que queremos é subir de posição, consolidar fora da zona de rebaixamento e depois pensar casa a casa, posição a posição para ver onde a gente pode chegar no final das contas”, finalizou Nunes.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!