A Conmebol, finalmente, divulgou a sentença do zagueiro Thiago Heleno e do volante Camacho, do Athletico. Os dois foram punidos com seis meses de suspensão, mas como já cumpriram parte da pena, voltam a campo em outubro. A sentença sai depois de mais de 20 dias do julgamento, realizado em Luque, no Paraguai.

+ Leia mais: RPC transmite jogo entre Athletico e Grêmio pela Copa do Brasil

Eles foram  flagrados no exame antidoping, que acusou o uso da substância higenamina, que está proibida desde 2017, mas foi administrada pelo clube. O beque foi pego no jogo contra o Tolima, em 9 de abril, na Arena e o meia, na partida contra o Jorge Wilstermann, no dia 24 de abril. Por isso, Thiago Heleno volta a jogar 23 dias antes do companheiro de time.

Camacho foi condenado a seis meses por doping. Foto: Albari Rosa
Camacho foi condenado a seis meses por doping. Foto: Albari Rosa

+ TRIBUNA ESTREIA SEU PODCAST DE FUTEBOL PARANAENSE! SAIBA COMO BAIXAR E OUVIR O PODCAST DE LETRA!

A diretoria do Rubro-Negro isentou totalmente os atletas, tomou providências e demitiu, em junho, seis profissionais ligados ao caso, entre eles o médico Luiz Gustavo Emed, que é filho do presidente do Conselho Administrativo do Athletico, Luiz Sallim Emed.