Após se consagrar como campeão paranaense comandando o Athletico, o técnico Rafael Guanaes destacou o amadurecimento que teve nesses três meses à frente do time. O título foi confirmado nos pênaltis diante do Toledo, no último domingo (21), na Arena da Baixada. O treinador, que veio do Capivariano, equipe do interior paulista, sentiu “de cara” a pressão de estar no comando de um grande time do cenário nacional. Ainda que a disputa do Campeonato Paranaense tenha ficado por conta do grupo de aspirantes, o peso de se treinar o Rubro-Negro foi vivenciado pelo treinador.

Guanaes recordou sua estreia à frente do Furacão e como ali foi um “start” para entender que precisaria desenvolver vários aspectos de seu trabalho. “Eu me lembro da primeira coletiva após a derrota para o Cascavel CR, eu vindo de um time do interior de São Paulo, foi uma diferença enorme. Foi uma cobrança grande e a nossa equipe ainda estava em formação”, falou, explicando que naquele momento se deu conta das proporções que significariam treinar o Athletico.

+ Leia mais: Goleiro Léo vira o personagem da conquista do Athletico

Porém, ao longo da competição e com vários ajustes depois de derrotas e com muitos aprendizados, o treinador de 38 anos se diz preparado para desafios maiores em sua carreira. “Tive muito amadurecimento. Aprendi a conseguir trabalhar com públicos maiores e também a ter evolução em relação a aspectos táticos e gestão de atletas. Entendo que preciso gerir tudo isso ao mesmo tempo. Sem dúvidas sou um profissional mais completo desde quando cheguei ao Athletico”, detalhou.

Ainda sem ter o futuro definido dentro do Rubro-Negro, Guanaes não pensa, neste momento em qual será o próximo passo de sua carreira.
“Estava muito focado na campanha do time e na decisão. Não pensei em nada em relação ao meu futuro em outros clubes, mas sou um cara que gosta de fixar raízes. Quero conversar com a diretoria e entender se há um plano para que eu possa prosseguir aqui”, explicou o comandante, que se sente recompensado pela conquista do título Paranaense.

Baixe o pôster do bicampeonato estadual do Athletico!

“Título é uma emoção máxima. Essa conquista coroou o trabalho de uma equipe que dificilmente vai jogar junto novamente. Deixamos um ponto final, porém feliz, o que é fantástico”, arrematou.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!