Khellven comemora, não só o gol, como a nova oportunidade em um momento decisivo. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/Tribuna do Paraná

O lateral-direito Khellven fez apenas cinco jogos na temporada antes se tornar o herói do Athletico na final do Campeonato Paranaense, nesta quarta-feira (5), no Couto Pereira. O camisa 13 entrou no segundo tempo, no lugar do experiente Adriano, e empatou a decisão contra o Coritiba aos 46 minutos do segundo tempo com um golaço de fora da área. Nikão ainda virou a partida, um minutos depois, selando o tricampeonato rubro-negro.

Para esta final, o garoto era apenas a quarta opção para a posição. Porém, com o titular Erick lesionado e o reserva Jonathan fora, a chance veio quando Adriano, que atuou improvisado na posição, foi substituído.

Aos 19 anos, Khellven agradeceu aos pais e à esposa, que o animaram durante o tempo em que ficou longe dos gramados por opção técnica.

“Eu não vinha jogando, mas coloquei na cabeça que se treinasse bem a oportunidade iria chegar, são muitos jogos. Ela chegou e pude agarrar da melhor maneira”, comemorou, em entrevista ao DAZN, o jogador, que em 2019 cobrou o pênalti decisivo do bicampeonato estadual, diante do Toledo.

+ Veja os gols da vitória do Athletico na decisão!

“Nunca imaginei entrar no final de um clássico, com a equipe perdendo, mas com um resultado que ainda era possível uma virada. Pude ser feliz no chute e dar a vitória para o time”, disse ele, titular do Furacão na reta final da Copa do Brasil no ano passado.

“É uma sensação maravilhosa, tem um gostinho ainda melhor na casa do rival”, finalizou.

+ Mais do Furacão:

+ Tricampeão pela segunda vez, Athletico segue dominante no estado
+ Baixe o pôster do Athletico campeão paranaense 2020
+ As notas do Atletiba decisivo do Campeonato Paranaense


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?