Uma coincidência marcou a quarta derrota seguida do Athletico no Brasileirão 2020. O time comandado por Dorival Júnior foi superado por 1×0 pelo São Paulo, de Fernando Diniz, nessa quarta-feira (26), no Morumbi, em jogo adiantado da 11ª rodada. E justamente o atual técnico do tricolor paulista era quem estava à frente do Furacão na última vez que tal sequência aconteceu.

Diniz caiu na parada para a Copa do Mundo de 2018, substituído por Tiago Nunes, então treinador do sub-23. Ele vinha de derrotas para América-MG, Sport, São Paulo e Botafogo. Desta vez, a série de reveses aconteceu diante de Santos, Palmeiras, Bahia e, por último, São Paulo.

Apesar da sequência, não há nenhum indicativo de que Dorival não continuará no Rubro-Negro, pelo menos em curto prazo. A próxima partida do clube está marcada para a próxima quarta-feira (2), às 20h30, contra o Red Bull Bragantino, na Arena da Baixada.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Perguntado sobre como recuperar o time, Dorival foi enfático e lamentou ausências de jogadores importantes.

“Trabalho. Não temos outro caminho. Aguardamos a recuperação de todos os jogadores que estão fora. Hoje já tivemos a volta do Bissoli, nossa equipe já se torna um pouco mais consistente. Fizemos um primeiro tempo em que poderíamos ter saído com a vantagem no placar, não soubemos aproveitar as oportunidades”, afirmou.

+ Mais do Furacão:

+ Cristian Toledo: Segundo tempo de pesadelo e mais uma derrota do Athletico
+ Confira datas e horários dos próximos jogos do Athletico na Libertadores


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?