O Athletico teve o primeiro lugar do Grupo G da Libertadores nas mãos. Até o último minuto empatava com o Boca Juniors na Bombonera, nesta quarta-feira (9), mas aos 50 levou o gol da virada e perdeu não só o jogo por 2×1, como a liderança da chave e a chance de decidir as oitavas de final em casa.

+ Confira como foi Boca x Athletico

O Furacão, com isso, já sabe quem poderá enfrentar na próxima fase da competição. O sorteio acontecerá na próxima segunda-feira (13), mas o rival virá de três países: Brasil, Argentina ou Paraguai.

Dos oito primeiros colocados, quatro são brasileiros: Palmeiras, Cruzeiro, Internacional e Flamengo, o que aumentam as chances de o Rubro-Negro fazer um clássico nacional nas oitavas. Por outro lado, nada menos do que três clubes são paraguaios: Cerro Porteño, Libertad e Olimpia.

No entanto, o Athletico pode ter a revanche contra o próprio Boca. Isto porque a Conmebol não impõe nenhuma regra no sorteio dos confrontos, podendo todos os primeiros colocados enfrentarem os segundos dos grupos.

+ Leia também: Furacão anuncia Tonny Anderson

Vale destacar que o melhor time na fase de grupos foi o Palmeiras, que somou 15 dos 18 pontos possíveis, somando cinco vitórias e uma derrota. Mesma campanha do Cruzeiro, que ficou atrás no saldo de gols (11 a 9). Em seguida, vieram Internacional (14), Cerro Porteño (13), Libertad (12), Boca (11), Flamengo (10) e Olímpia (9).

O Furacão ficou com a sexta melhor campanha entre os oito segundos colocados, tendo, assim, o 14º melhor aproveitamento entre os classificados. A pontuação vale para definir os mandos de campos para as fases seguintes da Libertadores. Ou seja, o Rubro-Negro só fará o jogo decisivo em casa se pegar Emelec ou Godoy Cruz em uma eventual quartas de final pra frente.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!