Na última rodada, após a vitória por 1×0 sobre o Botafogo, o Athletico assumiu o quinto lugar no Campeonato Brasileiro e passou a sonhar com o G4. Apesar de estar três pontos atrás do Grêmio, o Furacão dificilmente ocupará o quarto lugar, por conta da diferença de saldo de gols (22 a 15). Mas os números mostram que o time tem condições de alcançar o novo objetivo traçado.

Na quinta posição, o Rubro-Negro também é dono da quinta melhor defesa e do quinto melhor ataque. O setor defensivo, aliás, vem sendo o ponto forte nesta reta final do Brasileirão. Nas últimas quatro partidas, o Athletico não sofreu gols, o que ajudou nesta subida na tabela. Neste período, o Rubro-Negro somou dez pontos, vencendo três jogos (1×0 sobre CSA, São Paulo e Botafogo) e empatando um (0x0 com o Cruzeiro).

A equipe sofreu, no total, 31 gols, ficando atrás apenas de Palmeiras (25), Santos (29) e Flamengo (30), que estão à sua frente na tabela, e do Corinthians (29), que é o oitavo.

Recentemente, o ataque atleticano não colaborou. Embora sejam três vitórias em quatro jogos, o setor ofensivo só balançou as redes três vezes – embora esteja criando boas oportunidades -. O que não significa que não tem feito sua parte.

O Rubro-Negro já marcou 46 gols no torneio, só ficando atrás de Flamengo (76), Grêmio (55), Palmeiras (52) e Santos (49), justamente os quatro primeiros colocados na classificação.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Ou seja, em termos de rendimento o Athletico tem feito sua parte e mostra que saída do técnico Tiago Nunes em nada interferiu no seu desempenho. Nos próximos cinco jogos, o Athletico fará dois confrontos diretos, contra Grêmio e Santos, ambos na Arena.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico está entre os que mais revela possíveis ‘selecionáveis’ pra Copa 2022
+ Athletico campeão da Sul-Americana terá poucos remanescentes em 2020