Após a derrota do Athletico por 1 a 0 para o Palmeiras, na noite desta quarta-feira (19), o técnico Lucas Silvestre assumiu que o time falhou ofensivamente. O Furacão criou apenas duas chances de gols nos 90 minutos de jogo. A ausência de Nikão, que saiu lesionado ainda no primeiro tempo, e a atuação da arbitragem também foram determinantes para o resultado, na opinião do treinador. A partida, que aconteceu a Arena da Baixada, foi válida pela quarta rodada do Brasileirão.

As únicas oportunidades do Furacão diante do time paulista foram uma cabeçada de Lucas Halter aos 18 minutos do primeiro tempo, e uma bola na trave, de Pedrinho, aos 34 da segunda etapa.

>> TEMPO REAL: Veja como foi o jogo entre Athletico e Palmeiras

“Ofensivamente nosso jogo não encaixou. Não conseguimos produzir. Tivemos bastante dificuldade para realizar as movimentações, principalmente no setor final de campo. Foi uma partida abaixo ofensivamente”, analisou o treinador, que substitui Dorival Júnior, diagnosticado com Covid-19.

Aos seis minutos da segunda etapa, Léo Cittadini foi derrubado na área por Patrick de Paula. O árbitro mandou o jogo seguir. Silvestre criticou a atitude de Caio Max Augusto Vieira.

>> BLOG DO CRISTIAN: Um jogo decepcionante para o Furacão

“Foi uma noite extremamente infeliz dele (árbitro), começando pelo pênalti claríssimo em cima do Cittadini e foi revoltante porque estávamos perto do lance. Um lance que influenciou diretamente na partida”, disparou.

Aos 31 do primeiro tempo, o meia-atacante Nikão pediu para ser substituído. O jogador colocou a mão na posterior da coxa direito e fez um gesto solicitando a saída. Geuvânio entrou no lugar do camisa 11. A ausência foi outro motivo que prejudicou o desempenho do Athletico, na visão de Silvestre.

>> TABELA: Confira os resultados e classificação do Brasileirão

“Nikão é um jogador fundamental, dá sustentação, tem uma liderança técnica, fez muita falta. Faria falta em qualquer equipe do Brasil”, arrematou.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico derruba transmissão de jogo contra o Palmeiras
+ Athletico lança campanha para ajudar ex-jogador em cirurgia