Pintou uma boa grana para os cofres do Athletico. A Turner, detentora de parte dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro, antecipou um pagamento que só seria feito depois da competição. A informação foi divulgada pelo jornalista Marcel Rizzo, do UOL, e foi confirmada pelo presidente do Conselho Deliberativo do Furacão, Mário Celso Petraglia.

+ Time: Confira a escalação rubro-negra para o jogo contra o Botafogo

Foi um acordo entre a empresa de mídia, que transmite seus jogos nos canais TNT e Space, com a equipe do antigo canal Esporte Interativo, e seis clubes – além do Athletico, Palmeiras, Santos, Internacional, Bahia e Ceará. O dinheiro referente à audiência e desempenho, que só poderia ser auferido por completo após o Brasileirão, foi transformado em um valor fechado que foi repassado. “Foi tudo dividido igualmente”, disse Petraglia ao UOL.

+ Mercado: Furacão contrata jovem de 16 anos que estava na mira do Coritiba

Como o total era de R$ 140 milhões, cada clube ficou com cerca de R$ 23 milhões. É um ganho que não tem relação com as luvas pagas pela Turner em anos anteriores e nem mesmo o bônus pago por conta do contrato extra feito com o Palmeiras – o clube paulista foi o único que preferiu não receber agora o dinheiro.

+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro!

Questionada sobre esse pagamento, a empresa de mídia afirmou que “cumpre integralmente os seus contratos firmados e em respeito às cláusulas de confidencialidade, e aos clubes, não comenta essa relação por meio da imprensa”. O Athletico deu à Turner exclusividade nas transmissões em TV paga, e fez contrato para TV aberta e internet com o Grupo Globo. Neste domingo (11), o jogo do Furacão contra o Botafogo terá transmissão da RPC.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre futebolentretenimentohoróscopo, nossos blogs exclusivos e os Caçadores de NotíciasVem com a gente!