O Athletico surpreendeu ao transmitir ao vivo a partida contra o Grêmio, nesse domingo (25), na Arena da Baixada. O duelo pay-per-view (PPV) foi exibido pela internet em um nove site, chamado Furacão Live – substituto do Furacão Play.

De acordo com a Lei Pelé, o jogo não poderia ser exibido já que os direitos de transmissão são divididos entre os dois times. No entanto, o clube utilizou-se de uma decisão judicial de 22 de setembro, quando a Medida Provisória 984, a MP do Mandante, ainda estava em vigência, para fazer a transmissão.

>> Tabela e classificação do Brasileirão

A reportagem apurou que o Athletico negociou seus direitos de PPV com a Livemode, empresa que fez o registro do domínio Furacaolive.com.br na data de 29 de setembro. A partir dessa situação, o clube alegará na Justiça, quando for acionada pela Globo, que negociou os direitos ainda quando a legislação dava esta prerrogativa aos mandantes. A lei temporária só caducou em 16 de outubro.

Ou seja, o Athletico pretende usar expediente similar ao que a própria Globo utilizou quando questionou as transmissões próprias do Furacão durante a validade da MP 984. A emissora contestava as transmissões do clube por ter comprado anteriormente os direitos dos outros clubes. A principal diferença é que o time paranaense baseou-se em uma MP, enquanto a emissora em uma lei propriamente dita.

Tanto a Globo como a Livemode foram procuradas pela reportagem não se manifestaram. O presidente do Athletico, Mario Celso Petraglia, desconversou e disse não ter detalhes sobre a negociação.

+ Mais do Furacão:

+ Pior ataque do Brasileirão, Athletico precisa melhorar setor no mata-mata
+ Assista aos gols da partida do Athletico com o Grêmio

+ Cristian Toledo: outra atuação ruim do Furacão, outra derrota


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?