O Athletico estreia na temporada nesta quarta-feira (15), às 22 horas, contra o Racing, pelo Torneio de Verão, na Argentina. Depois, no domingo (19), o time de Dorival Júnior jogará contra o Boca Juniors, no mesmo horário. Dois adversários que estarão na Copa Libertadores deste ano. Nos dois jogos em San Juan serão entregues uma taça ao vencedor e as partidas serão transmitidas pela TNT para o Brasil.

Já faz mais de 50 anos que o primeiro grito de campeão na Argentina é cantado logo no início do ano. Se bem que no primeiro Torneio de Verão, disputado em 1968, o grito foi “Menjünk bajnok“, “Vamos Campeão” em húngaro. O Vasas SC de Budapeste derrotou o River Plate por 3 a 0 pelo título da Copa Ciudad de Mar del Plata. Naquele mesmo ano o San Lorenzo conquistaria a Copa Liberad.

Os Torneios de Verão na Argentina começaram a ser disputados em cidades litorâneas, principalmente em Mar del Plata. Nas décadas de 60 e 70, times da capital e do interior faziam suas pré-temporadas em cidades da costa argentina, e aproveitando o fato de que muitos torcedores também estavam na região veraneando, surgiu a ideia de se criar uma disputa entre os clubes.

Com o passar dos anos os torneios de verão se espalharam pela Argentina. Muitas províncias e cidades passaram a querer trazer os clubes para incentivar o turismo. Este ano a Província de San Juan, no noroeste argentino, é quem irá sediar a disputa mais importante desta pré-temporada, e que o Athletico irá participar pela primeira vez. O torneio começou sábado (11) com a vitória do Talleres por 3 a 1 sobre o San Lorenzo e teve um segundo jogo no último domingo (12), com o Universitário do Peru derrotando o Huracán, por 2 a 1.

Os Torneios de Verão na Argentina têm formatos diferentes. A Copa Ciudad de Mar del Plata e a Copa de Oro, os dois torneios preparatórios mais tradicionais na Argentina, já mudaram diversas vezes. Já outros são disputados sempre pelos mesmos times, como a Copa Ciudad de Avellaneda que já em janeiro coloca frente a frente os rivais Racing e Independiente.

Em algumas edições, seleções foram convidadas a participar. A antiga Tchecoslováquia, Hungria e Polônia já cruzaram o Atlântico para desafiar os maiores times argentinos, e até mesmo a Seleção Argentina chegou a entrar na disputa, em 1977, na preparação para o Mundial de 78, que seria sediado no país e acabou conquistado pela própria Alviceleste.

Até hoje, um dos jogos mais comentados é o entre River Plate e a Seleção da Polônia, em 1986, quando Enzo Francescoli, de bicicleta, marcou o 5º gol para desempatar um jogo que estava 4 a 4 e dar o título ao River. Naquele mesmo ano, os Millonarios comandados pelo Príncipe conquistariam a primeira Copa Libertadores do clube.

Mas é justamente o maior rival, o Boca Juniors, o time que mais vezes gritou Dale Campeón no início do ano. Foram 46 conquistas contra 36 títulos do River. Entre os brasileiros, só o Palmeiras, em 72, levantou uma taça dos Torneios de Verão.

É a vez do Athletico entrar em campo. Para quem já está garantido na fase de grupos da Libertadores, enfrentar Racing e Boca é uma preparação de luxo para, quem sabe, gritar Dale Campeón em novembro, no Maracanã, na grande decisão do continente.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico vai transmitir jogos do Paranaense em seus canais oficiais
+ Athletico recebe proposta maior do Benfica por Bruno Guimarães
+ Jogos do Athletico contra Racing e Boca terão transmissão na TV