O programa Fantástico, da TV Globo, mostrou uma reportagem, na noite de domingo (17), revelando um esquema que envolvia apostas e um “jogo fantasma” do Andraus, clube de Campo Largo, da segunda divisão estadual.

Segundo a matéria, Andraus e Serrano-PB teriam feito um amistoso no dia 25 de março, que envolveu cerca de R$ 10 milhões de reais nos sites de apostas. Porém, a movimentação estranha destas apostas chamou a atenção e não existe nenhum registro de que a partida tenha, de fato, ocorrido.

Para o Fantástico, o advogado do clube garantiu que o jogo ocorreu e que tinha provas disso, mas não as encaminhou para a reportagem. Marluz Dalledone emitiu nota sobre o assunto posteriormente (leia ao final do texto).

Procurado, o presidente da Federação Paranaense de Futebol (FPF), Helio Cury, se disse surpreso com o suposto amistoso e que irá abrir investigação interna sobre o caso.

O advogado do Serrano também foi procurado e alegou que nenhum jogador do time, nem profissional, nem da base, viajou até Curitiba. No entanto, ele confirmou a partida, mas disse que jogadores daqui é que entraram em campo, com o clube paraibano apenas emprestando o nome.

Vale lembrar que desde março não está permitido que partidas de futebol aconteçam no Paraná. O Andraus tinha marcado outros quatro amistosos, dos quais três representantes dos adversários negam ter assinado qualquer acordo.

+ Cristian Toledo: Volta do futebol na Alemanha aumenta dúvidas no Brasil

Não é a primeira vez que o clube paranaense e seu dono, Nadim Andraus, aparecem em polêmicas. Em outubro do ano passado, o clube foi acusado pelo Iguaçu de União da Vitória de um conluio com o Grecal na última rodada da primeira fase da Terceira Divisão, com direito a um suposto problema na estrada forjado. Na ocasião o empresário disse que não tinha “nada a ver com isso”.

Antes disso, em 2018, uma reportagem do programa Esporte Espetacular mostrou que Nadim Andraus era suspeito de manipulação de resultados, com apostas feitas por ele contra o seu próprio time.

“Me vejo no meio de uma perseguição irresponsável”, disse em sua defesa na época, via nota oficial.

Nota emitida pela defesa de Nadim Andraus

 O programa “Fantástico”, da Rede Globo, em sua última edição (domingo, 17 de maio de 2020), de forma irresponsável e difamatória, divulgou a matéria intitulada “Dois times brasileiros movimentaram milhões em apostas sem entrar em campo”. É mencionada e estampada a imagem do CLUBE ANDRAUS BRASIL LTDA – ME.

Alguns esclarecimentos são necessários para reestabelecer a verdade e, principalmente, afastar qualquer suspeita de improbidade.

Diferentemente da reportagem, o jogo-treino entre as equipes CLUBE ANDRAUS e GRÊMIO RECREATIVO SERRANO foi realizada no dia 25 de março de 2020, nas dependências do Centro de Treinamento do Andraus, conforme vasta documentação existente.

Como se tratava de um jogo na modalidade treino, maiores formalidades foram dispensadas.

Contudo, ao possibilitar tal realização, o CLUBE ANDRAUS BRASIL obedeceu a todas as diretrizes sanitárias, e procedeu o jogo-treino de portões fechados. No local, não houve a aglomeração de 50 pessoas ou mais, em primazia ao art. 3° do Decreto nº. 4.230 do Governo do Estado do Paraná.

A indevida e criminosa exposição da imagem do CLUBE ANDRAUS BRASIL e o suposto envolvimento do nome dele em ilícitos terá os autores e propagadores responsabilizados nas esferas administrativa, cível e criminal.

Curitiba, 18 de maio de 2020.
MARLUZ LACERDA DALLEDONE
Advogado do CLUBE ANDRAUS BRASIL LTDA – ME.

+ Mais do futebol paranaense:

+ Mafuz e Carneiro em vídeo! Tudo sobre o Trio de Ferro e a pandemia
+ Arena é candidata a receber finais da Libertadores e da Sul-Americana
+ Turner deixa de pagar acordo milionário com Athletico e Coritiba


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?