O Atletiba deste sábado (12), ás 16h30, na Arena da Baixada, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, colocará frente a frente dois técnicos que precisam, urgentemente, da vitória. De um lado, Eduardo Barros, que precisa mostrar serviço pra seguir à frente no comando do Athletico. Do outro, Jorginho, que retornou recentemente ao Coritiba e precisa mostrar que foi uma escolha acertada da diretoria.

Aos 35 anos, Barros tem sua segunda oportunidade no time principal do Furacão. A segunda como “tapa-buraco”. No final do ano passado, com a saída de Tiago Nunes, ele assumiu o time e teve um bom desempenho, com cinco vitórias e três empates. Só que agora a situação é diferente. Em três partidas, somou dois empates – ambos na Arena – e uma derrota.

Até por isso, um triunfo, ainda mais em um clássico, servirá para provar que ele pode seguir no cargo de maneira efetiva. O Rubro-Negro ainda não definiu seu treinador e nem estipulou um prazo para isso. Enquanto isso, o interino é quem vai tendo a oportunidade e quer ficar com essa vaga. O desempenho nas três partidas que disputou não foi convincente, mas vencer um Atletiba pode ser a chave da virada da equipe, que está na zona de rebaixamento, sem ganhar há sete rodadas.

+ Podcast De Letra: Lembre outros pernas de pau do futebol paranaense

Já Jorginho vive uma situação bem distinta. O experiente técnico de 56 anos está em sua segunda passagem pelo Coxa. E voltou com a moral alta, após não renovar no final de 2019, mesmo com a conquista do acesso. O começo foi positivo, com uma vitória em cima do Sport. Porém, já são três partidas sem ganhar, com dois empates e uma derrota, que empurraram novamente o Alviverde para a zona de rebaixamento.

Vencer o maior rival fora de casa não só pode tirar o time dessa situação incômoda, como também servirá para dar mais tranquilidade pro comandante alviverde, que, na sequência, terá a semana cheia para poder trabalhar e ajustar os trabalhos.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

+ Mais da dupla Atletiba:

+ Após três anos, Athletico e Coritiba se reencontram pelo Brasileirão. O que mudou desde então?
+ Atletiba: Números mostram equilíbrio na disputa do Brasileirão; quem leva vantagem?
+ Pra recuperar moral, Athletico vai com força máxima pro clássico
+ Conselho Deliberativo do Coritiba recebe pedido pra adiar eleições


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?