Logo no início do ano é aquela correria para organizar o orçamento, pois chegam os boletos do IPTU, IPVA, a escola da criançada (matrícula e material escolar), dividas e parcelamentos feitos em decorrência das festas do Natal e Ano Novo, seguros, e assim vai.

Sonho de um ano promissor parece dar vez as dívidas que agora correm por longos meses. O ano mal começou e a montanha de boletos já faz parte das nossas vidas.

Para quebrar esse ciclo vicioso de desespero e dívidas é preciso um planejamento estratégico para arcar com as despesas de início de ano, e, na sequência, criar um projeto financeiro para que isso não venha mais a acontecer.

Imagem de Tumisu por Pixabay

Assim como fiz no meu Instagram Amigo de Negócios, hoje, aqui no meu Blog Amigo de Negócios, quero te passar algumas dicas importantes sobre como enfrentar este momento tão desafiador referente aos gastos do começo de ano.

Dica nº 1: De forma detalhada, coloque no papel todas as contas que precisa quitar nos próximos meses. Se possível faça isso em planilha, isso te ajudará a dar novos rumos a sua vida financeira.

Dica nº 2: Faça um levantamento de todas as receitas possíveis nos próximos meses. Estabeleça teto de gastos e organize suas despesas de acordo com suas receitas possíveis.

Dica nº 3: Verifique quais despesas o pagamento deve ser feito à vista ou parcelado. Normalmente o pagamento a vista te dá descontos, portanto, se você tiver um equilíbrio financeiro bom, talvez seja uma boa opção. Porém, se você estiver com o dinheiro certo para as despesas, não vale a pena pagar a vista e comprometer seu orçamento do ano todo.

Dica nº 4: Ao analisar suas contas na planilha, verifique se terá dinheiro suficiente para quitar todas as despesas programadas para o início do ano, caso não tenha, faça renda extra. Eu já trouxe algumas dicas sobre renda extra aqui no meu Blog Amigo de Negócios, vale a pena conferir – “Ganhe mais dinheiro com renda extra no final do ano”.

Dica nº 5: Ao fazer compras, exercite o hábito de pesquisar preços e pedir descontos. Não tenha vergonha, pois esse gesto pode fazer toda diferença no seu orçamento.

Dica nº 6: Vire a chave da sua vida financeira. Guarde pelo menos 10% das suas receitas para emergências e dívidas futuras, isto é, crie o hábito de planejar por metas e projetos a sua vida, verá que isso fará a diferença no seu bolso.

Meu nome é Marlon Roza, sou seu Amigo de Negócios.