Prometida há anos por políticos dos mais variados cargos, a obra que irá construir um centro de informações turísticas no Morro do Anhangava e início do Caminho do Itupava finalmente vai sair. A verba de R$ 1 milhão para a realização do receptivo foi liberada no início do mês e as obras devem começar ainda em 2020, após licitação.

De grande importância histórica não só para Quatro Barras, mas para todo o Paraná, considerado sítio arqueológico do Estado, o Caminho do Itupava vai receber um moderno complexo de atendimento ao visitante.

Neste Receptivo haverá um centro de atendimento ao turista, com acervo histórico e arqueológico; auditório com capacidade para grupos de até 40 pessoas; bicicletário; estandes de produtos para venda e consumo; além de toda a infraestrutura para receber o turista, como sanitários e estacionamento. Também está previsto no projeto urbanístico um posto de controle para armanezar equipamentos de brigadas contra incêndios.

+ Leia mais: Jockey Drive in traz shows de Roupa Nova e Nando Reis para Curitiba

O prefeito de Quatro Barras Angelo Andreatta (Lara), diz que além de fortalecer o setor, o novo complexo também será um indutor de oportunidades para quem quer empreender, favorecendo a criação de novos negócios, gerando renda e empregos. “Este projeto é a realização de um marco para o turismo. Um ganho para nossos empreendedores. É a valorização de um dos patrimônios históricos e ambientais mais importantes do Paraná”, disse Lara.

Os recursos provêm do Governo do Estado e tem contrapartida da Prefeitura.

O secretário de governo e biólogo, Leverci Silveira Filho, diz que a consolidação do projeto atende uma demanda muito antiga. “Em outras gestões teve-se a oportunidade, desde o restauro do Caminho do Itupava, de se fazer esse receptivo. A determinação do prefeito Lara foi decisiva, resolvendo questões de ordem fundiária, investindo quase R$ 1 milhão na melhoria da infraestrutura de acesso, na desapropriação das áreas, nos projetos, na topografia”, afirmou.

O Caminho do Itupava

Originário de trilhas indígenas, o Caminho do Itupava é um dos mais antigos no território paranaense. Sua importância histórica e a vasta diversidade de espécies da fauna e da flora, em meio à preservada região de Mata Atlântica, atraem turistas o ano inteiro.

O Caminho está localizado no Parque Estadual da Serra da Baitaca e é o segundo ponto mais visitado do Estado, ficando atrás apenas de Vilha Velha. Só no ano passado quase 25 mil turistas percorreram suas trilhas, entre brasileiros e estrangeiros.