Se a pandemia da covid-19 empurrou todo mundo para dentro de casa, parece que ela abriu as portas para profissionais que buscavam novas oportunidades ou precisaram se reinventar. Com diversos cursos online sendo oferecidos gratuitamente ou com descontos significativos, o setor de redes educacionais apresentou, no primeiro trimestre de 2020, um crescimento de 3,5% comparado ao mesmo período de 2019, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising.

No Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), cerca de 1,7 milhão de pessoas fizeram matrículas em cursos durante o período de isolamento social.

Para o gestor de Ação e Responsabilidade Social do Instituto das Cidades Inteligentes (ICI), Ozires de Oliveira, esse aumento foi resultado do estímulo do mercado e de colegas. “Todos tivemos um amigo que compartilhou algum link de cursos online ou que começou algo novo na pandemia. Essa motivação e estímulo fizeram a diferença para que a população visse a importância de se manter atualizado”, explica.

+ Veja também: Viu o preço do novo Iphone? Veja o que você pode comprar com essa dinheirama toda

Para Ozires, o aumento na qualificação terá efeito nos processos seletivos no mercado de trabalho. “Com a disponibilidade e acessibilidade de cursos online e, principalmente, a participação elevada da população, os concorrentes para futuras oportunidades de emprego estarão ainda mais qualificados e com diferenciais relevantes do currículo”, ressalta.

No ICI, o projeto Trilha Digital, que oferece cursos online e gratuitos de capacitação e inclusão profissional, impactou 4,5 mil pessoas só no primeiro mês da iniciativa, com 199 certificados emitidos. O projeto entra agora no terceiro mês de realização, com conteúdos na área de comunicação artificial humanizada, voluntariado como desenvolvimento profissional e outros pontos para deixar as relações de trabalho mais eficientes e saudáveis.

+ Viu essa? Curitiba confirma show de Nando Reis, no Teatro Positivo, como evento teste nacional anti-covid

O sucesso da iniciativa, que é realizada em parceria com a Associação dos Deficientes Físicos do Paraná (ADFP), resultou na ampliação dos cursos. “Vimos a importância desse material para quem pretende se realocar no mercado e para ajudar quem busca uma qualificação sem custos, oportunizando capacitação para todos os públicos”, conta Ozires.

As palestras são transmitidas ao vivo na página do Facebook da ADFP e, após seu término, ficam salvas no perfil. Os interessados em receber o certificado devem fazer a inscrição pelo site. Clique aqui. Os cursos são gratuitos e online.

Programação:

03/11 – O voluntariado como ferramenta de desenvolvimento profissional

10/11 – Atividade física e lazer em tempos de pandemia

17/11 – Comunicação artificial humanizada (chatbots)

24/11 – A importância do feedback no processo de comunicação

01/12 – Qualificação profissional, a um passo do sucesso