Rinite, sinusite, bronquite, asma e dermatite tópica: essas são algumas das principais doenças causadas por alergias, e que, apesar de trazerem grande transtorno para quem as têm, podem ser aliviadas com alguns tratamentos simples. Pensando nisso, o Projeto Brasil Sem Alergia fará em Curitiba, a partir de segunda-feira (17), consultas e testes gratuitos para descobrir a que exatamente a população é alérgica. Também haverá vacinas à disposição de quem participar, mas esse serviço não será gratuito.

Dois médicos especialistas em alergia serão os responsáveis pelas consultas, que ocorrem em um endereço no bairro Hauer, até o dia 22 de dezembro. Entre os exames oferecidos encontra-se a espirometria, que também é conhecida como prova de função pulmonar, e avalia a gravidade de algumas doenças respiratórias e suas causas alérgicas.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Também será feita a aplicação gratuita do teste de contato para alergias diversas, que geralmente custaria entre R$ 200 e R$ 300, dependendo do tipo de alergia que se está tentando diagnosticar. Já com relação às vacinas, serão aplicadas as doses de imunoterapia, que aliviam alergias respiratórias, pelo valor de R$ 85.

O atendimento será por ordem de chegada. Não será possível fazer agendamentos.

O projeto

A iniciativa Brasil sem Alergia é dos médicos alergistas Marcello Bossois e Patrícia Schlinkert, e já atendeu mais de 200 mil pessoas no Rio de Janeiro e no Paraná. A ação ocorre anualmente em Curitiba, onde costuma fazer cerca de 300 atendimentos diários. “A iniciativa é para conscientizar a população sobre os males causados pelas doenças alérgicas e poder prevenir e orientar as pessoas sobre a existência de tratamentos e controles dessas doenças”, explica a responsável pelo projeto em Curitiba, Solange Souza.

Segundo dados de 2013 da Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 35% da população mundial sofre de doenças alérgicas respiratórias, sendo que 235 milhões de indivíduos sofrem de asma e 400 milhões são afetados anualmente por rinite alérgica, fator de risco para a asma.

Projeto Brasil Sem Alergia em Curitiba será na Avenida Marechal Floriano Peixoto, 5455 – Hauer e o atendimento será de 17 a 21 de dezembro, das 8h30 às 18h e 22 de dezembro, das 8h30 às 12h30. Informações pelos telefones (41) 3327-8683 | 3524-0995.