enkontra.com
Fechar busca

Saúde e bem-estar

Saúde

Se o ‘projeto Verão 2019’ fracassou, procedimentos estéticos ajudam a melhorar visual

  • Por Redação / Tribuna do Paraná
Pixabay

Seu “projeto verão 2019” ficou para 2020? Calma, ainda há algumas alternativas para dar uma melhorada no seu visual e dar aquele “up” na autoestima. É claro que não é possível uma transformação total em poucos dias, como perder muito peso (ou chapar a barriga), mas alguns procedimentos estéticos podem garantir uma melhora boa daqueles detalhes que incomodam no seu visual.

O cirurgião plástico Bruno Beraldi sugere duas possibilidades: ou você aproveita as férias de verão para fazer logo a grande cirurgia dos sonhos ou inicia aos poucos a mudança, com pequenos procedimentos. O médico alerta que no caso da cirurgia, durante a recuperação pós-operatória a exposição solar é proibida. Por isso, para quem não abre mão de aproveitar a época mais quente do ano, a melhor alternativa é contar com os procedimentos de cosmiatria, como preenchimentos com ácido hialurônico, estimuladores de colágeno e aplicação de toxina botulínica.

Desta forma, é possível utilizar ácido hialurônico, que melhora os contornos e define o rosto de forma natural, usar os estimuladores de colágeno, que ajudam a manter a proteína que tem como principais funções a sustentação da estrutura da pele, a manutenção do tônus, da firmeza e de sua resistência, e a já conhecida toxina botulínica (o velho botox), que é usada para paralisar os músculos causadores das linhas de expressão, que aparecem naturalmente com a idade.

“Essas alternativas atenuam os efeitos do envelhecimento e são excelentes para dar uma elevada na autoestima. Mas, não é bom esperar muito para iniciar, pois são necessárias, em média, de duas a três semanas para eliminar qualquer roxinho que algum desses procedimentos possa gerar na face. Lembrando sempre que, mesmo após a recuperação, é importante se proteger do sol”, orienta o cirurgião plástico.

Quem quiser optar por uma opção mais complexa, tem as cirurgias de lipoaspiração e demais procedimentos. “Nada mais importante para a escolha da data da cirurgia que a motivação e a disponibilidade de tempo para se cuidar. As férias escolares, e os recessos de Natal e Ano-Novo são grandes aliados, já que permitem um período de repouso sem preocupações com horários. Vejo que, nessa época, o maior movimento no consultório é de jovens, que querem colocar próteses de silicone e estão em recesso da faculdade, ou até mesmo de mães, que aproveitam as férias escolares dos filhos como um período de tranquilidade para melhorar a autoestima, fazendo lipoescultura, abdominoplastia e mamoplastias”, explica Beraldi

Como alternativa à cirurgia, especificamente a barriguinha que não agrada, o médico indica também, entre o que ainda dá tempo de fazer para o verão, a correção do chamado “umbigo triste”, com fios de sustentação. Aprovados pela Anvisa e fabricados nos EUA, os fios de sustentação são amplamente utilizados em cirurgias reconstrutoras e estéticas.

No caso do “umbigo triste”, o procedimento, minimamente invasivo, é rápido, podendo durar, em média, 30 minutos. Os fios são absorvíveis, com minúsculos cones bidirecionais para levantar e suspender as camadas mais profundas da pele. A recuperação completa leva, em média, três semanas e, durante esse período, atividades físicas e movimentos amplos ficam suspensos.

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas