Na próxima sexta-feira (16), o Hospital Erasto Gaertner (HEG) realiza a 3ª Jornada de Oncologia Pediátrica, com  o tema “Carcinoma de Suprarrenal e de Tireoide“. O evento reunirá convidados nacionais e internacionais que discutirão os aspectos epidemiológicos, diagnósticos e terapêuticos destes tumores.

Chefe do Departamento de Pediatria do HEG, Mara Albonei Pianovski explica que a escolha do tema está vinculada à raridade dessas neoplasias. “Mesmo sendo raras, temos uma incidência maior de câncer de suprarrenal (glândulas endócrinas do corpo humano, localizadas acima dos rins) nas crianças do Paraná do que no restante do mundo (12 a 18 vezes comparado com EUA e Europa)”, disse.

  • Porque a incidência é maior no PR? —Segundo Mara, o aumento acontece devido a uma alteração genética no gene TP53, encontrada com maior frequência no Estado do Paraná. Esse gene tem a função de impedir que alterações no DNA se acumulem, impedindo assim o processo de desenvolvimento de um câncer. Quando sofre a mutação específica (R337H), perde essa função protetora sobre a glândula suprarrenal. Já o câncer de tireoide é o tipo de carcinoma mais frequente na adolescência e sua incidência aumenta no adulto jovem, especialmente no sexo feminino”, explica a médica.

Diante das descobertas acerca do câncer e suas transformações ao longo dos anos, em diversos perfis de pacientes, é cada vez maior a necessidade de capacitar profissionais da área pediátrica para um atendimento multidisciplinar e praticamente personalizado, o que gera desafios na definição dos melhores tratamentos.

É o que argumenta a médica Shirlei Suss, do Serviço de Onco-Endocrinologia do HEG. “O grande desafio de se estudar mais a fundo o tema é a necessidade de se identificar os pacientes que necessitam de tratamentos mais agressivos e diferenciá-los daqueles com tumores que podem ser abordados de forma mais amena. Aí está o “estado da arte”, na individualização dos tratamentos propostos; algo que apenas será possível com o desenvolvimento de mais estudos voltados para o estudo desses tumores na população pediátrica.

A equipe de pediatria do Hospital Erasto Gaertner lidera a organização do Grupo Brasileiro de Tumores Endócrinos da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE) e, por esta razão, escolheu o tema para atualizar conhecimentos no diagnóstico e tratamento desses tumores endócrinos.

Participarão da Jornada convidados do Paraná, de São Paulo, do Rio de Janeiro e uma convidada internacional. A pesquisadora Emilia Pinto, do St Jude Children’s Research Hospital, é estudiosa do carcinoma de suprarrenal, com foco nas mutações e na resistência tumoral.

O evento será das 8h às 18h, no auditório principal do HEG (Rua Dr. Ovande do Amaral, 201 – Jardim das Américas). Informações e inscrições no site www.erastogaertner.com.br/fichainscricao