enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Lei do silêncio

Visitante do Parolin chega de moto e tomba com vários balaços

A polícia não conseguiu determinar se era um ou mais assassinos

  • Por Tribuna Do Paraná

Tiros mataram Marco Antônio Vasconcelos, 32 anos, na Vila Torres, Prado Velho, na tarde de ontem, mas não se sabe se foi vítima do confronto entre gangues que tem apavorado os moradores há uma semana. Marco, segundo a polícia morava no Parolin, e chegou à vila perto das 16h, pilotando uma motocicleta Yamaha azul. Parou na Rua Manoel Freire e foi recebido a tiros de pistola 380. Tentou correr, mas caiu a alguns metros da moto, alvejado na barriga, costas e cabeça.

A polícia não conseguiu determinar se era um ou mais assassinos. “Sempre encontramos dificuldade muito grande para conseguir informações na vila. As pessoas não querem ser vistas falando com a polícia, porque têm medo de represálias”, lamentou o delegado Fábio Amaro, da Delegacia de Homicídios. Em um dos bolsos de Marco foi encontrado um papelote de cocaína. “Provavelmente era para consumo, mas estamos apurando se ele participava do tráfico”, apontou Amaro. Segundo o delegado, Marco já esteve preso.

Terror

Na terça-feira da semana passada, passageiros de um ônibus que passava pela Rua Guabirotuba, presenciaram troca de tiros entre quatro marginais, perto da ponte do Rio Belém. No dia seguinte, uma jovem, de 19 anos, foi baleado no ombro, ao proteger a filha, de 3 anos, na esquina das ruas Chile e Felipe Camarão. A moça se viu no meio de tiroteio.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas