Acusados de integrar uma quadrilha que aplicava golpes em financeiras, Rogério Mihausk, Ricardo João Zawarki e Jaime Krull foram presos em União da Vitória e autuados em flagrante.

Gelson José Alves de Lima, Edson da Silva Fabrício foram indiciados em inquérito policial por estelionato. De acordo com a polícia, o grupo financiava motocicletas em nome de “laranjas” e depois revendia os veículos, sem quitar a dívida com a financeira.