Um tiro acidental, disparado pela arma que usava para se proteger, tirou a vida do comerciante Cláudio Nei Malta, 32 anos. O trágico caso ocorreu às 20h de sábado, dentro do bar da vítima, na Rua Manoel Müller Siqueira, Vila São Pedro, Rio Branco do Sul.

Cláudio decidiu andar armado por causa de um rapaz que, na manhã de sábado, havia quebrado o bar e o ameaçado com uma garrucha. Pouco acostumado ao revólver calibre 38 que havia conseguido, o comerciante apertou acidentalmente o gatilho ao guardar a arma na cintura. Ferido na barriga, Cláudio morreu antes da chegada de socorro.