Tio e sobrinho foram presos na região sul da capital, na noite de segunda-feira, com cinco armas, a maioria de grosso calibre. Policiais militares que os prenderam suspeitam que a dupla estaria se armando para vingar a morte de um familiar deles, ocorrida no último dia 13, na Ceasa. Junto com a dupla presa ainda foi apreendido um adolescente de 16 anos, que portava 24 pedras de crack.

A primeira apreensão de armas aconteceu por volta das 20h na casa de Anderson Luís Arndt, 26 anos. Na residência, situada na Vila Tripa, Umbará, policiais do Batalhão de Choque encontraram três espingardas e uma pistola 9 milímetros. Também flagraram o adolescente na casa com as drogas.

Depois disso, os policiais seguiram até a residência de Mayckon Sanderson Arndt Reis, 20, no Tatuquara. Lá o rapaz escondia um revólver calibre 38. Os detidos, as armas e as drogas foram encaminhados ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac – Sul), anexo ao 8.º Distrito Policial (Portão).