Cerca de cem presos da Casa de Custódia de Londrina (norte do Paraná) fizeram uma rebelião na manhã de hoje e mantiveram um agente como refém.
O motim começou por volta das 9h e só terminou no meio da tarde, com a liberação do funcionário. O Batalhão de Choque da Polícia Militar precisou ser chamado.

De acordo com colegas, o agente foi agredido, mas passa bem. A rebelião não chegou a afetar detentos de todas as galerias da Casa de Custódia.

A cadeia tem capacidade para 288 presos, mas atualmente abriga 380. Segundo o Departamento de Execução Penal do governo do Paraná, o local é de segurança máxima e destinado a presos que ainda não foram a julgamento.