Acontece nesta segunda-feira (07), a partir das 13h, no Tribunal do Júri de Curitiba, o julgamento da terceira acusada de matar a estudante Louise Maeda. O crime aconteceu em maio de 2011.

Fabiana Perpétua de Oliveira era colega de trabalho de Louíse. Elvis de Souza e Márcia Narcimento, também envolvidos no crime, já foram condenados. Elvis foi condenado a 21 anos de prisão e Márcia a 19 anos.

O crime

Louise desapareceu em 31 de maio de 2011, depois de deixar a iogurteria em que trabalhava em um shopping da capital, com os três acusados. O corpo dela foi encontrado 17 dias depois, em uma cava no Campo do Santana.

Algumas horas após o cadáver ter sido encontrado, Márcia e Fabiana foram presas. Cinco dias depois, a polícia conseguiu capturar Elvis. Márcia foi apontada como mandante do crime e alegou ter matado Louise, porque ela havia delatado os desvios do caixa da iogurteria.