enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Tarado que estuprou a filha é morto em confronto

O homem foi atingido nas nádegas e encaminhado ao hospital, onde morreu

  • Por Janaina Monteiro

Um foragido da Justiça, que estuprou e engravidou a própria filha, morreu baleado, na manhã de segunda-feira, ao reagir à voz de prisão do delegado Claudimar Lucio Lugli, de Guaratuba. O homem, de 41 anos, foi atingido nas nádegas e encaminhado ao pronto-socorro, onde morreu. Ele morava em Piraquara, de onde escapou da cadeia há quatro anos. Segundo a polícia, o homem foi preso por ter estuprado uma das filha e tentado violentar a outra mais nova. No domingo, chegou à Guaratuba à procura da ex-mulher, com quem ficou casado por mais de 20 anos. Depois de conseguir escapar por três vezes, na manhã de segunda-feira, o homem foi visto tentando ir a pé para Garuva.

Como uma das equipes atendia outra ocorrência, o delegado foi atrás do marginal pessoalmente. O homem não acatou a voz de prisão e correu. “Quando o vi sacando o revólver, não esperei que ele atirasse e atirei”, contou.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas