Três pessoas foram presas depois de enfrentar a tiros policiais militares da Força Samurai, na noite de quarta-feira. Um dos detidos, identificado como Osvaldo Martins Neves, 41 anos, seria “funcionário” de Marcelo Stocco, o “Marcelão”, considerado um dos principais traficantes da região do Pilarzinho e Almirante Tamandaré.

De acordo com a polícia, o suspeito é acusado de praticar homicídios a mando do patrão. Também foram presos Rafael Lourenço Lisboa, 22, e Cleiton Muniz Custódio, 27.

Os três foram levados ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul), anexo ao 8.º Distrito Policial (Portão), mas o caso será investigado pelo 10.º DP (Sítio Cercado), que estava de plantão no Ciac. Esse distrito deve prosseguir com as investigações.

Na noite de anteontem, a polícia foi avisada que indivíduos transportavam drogas em um veículo. Por volta das 22h, policiais da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone) tentaram abordar o Fox placa HEW-8388, próximo à Cruz do Pilarzinho, na Rua Desembargador Hugo Simas, porém, os ocupantes reagiram a tiros. Em meio ao tiroteio, Rafael e Cleiton conseguiram correr e escapar dos policiais. Mas foram presos logo em seguida, nas proximidades. Eles estariam com drogas e dinheiro.

Fuga

Enquanto isso, Osvaldo fugiu no Fox e foi localizado por policiais do 20.º Batalhão, no Tarumã. Houve nova perseguição e, na pressa de despistar a polícia, o suspeito colidiu o veículo contra um poste, na Rua Raphael Papa, próximo à BR-476. Ele ainda correu para um matagal, mas não conseguiu escapar da prisão.