Suspeito de arrancar o celular da mão de uma moça de 20 anos, no Calçadão da Rua XV de Novembro, na tarde desta quinta-feira (17), foi alcançado e detido por populares ao lado do Bondinho até a chegada dos policiais militares. O rapaz se identificou como Willian Pereira, 20 anos, e disse que quem furtou o aparelho foi o amigo, que conseguiu fugir com o objeto.

A moça, que trabalha como auxiliar administrativa, estava muito abalada e contou que passava em frente a uma galeria, por volta das 13h, quando um bandido puxou o celular da mão dela. Ela disse que ele estava com outro rapaz que usava boné branco, que conseguiu escapar.

Um suspeito foi detido por populares. Com uma “chave de braço”, ele foi contido até a chegada Polícia Militar. Enquanto aguardava, ele chorou e afirmou que quem tinha furtado o celular era o amigo dele. No entanto, a vítima o reconheceu como o marginal que lhe tirou o aparelho. Willian ainda ouviu muito sermão da multidão que cercou o Bondinho.

Quando os policiais chegaram e algemaram o suspeito, para encaminhá-lo ao 1º Distrito Policial, populares que assistiam à cena aplaudiram.

Paraná Online no Facebook