Foi ao volante de sua velha Variant, que Oscar Percy Hoeflich, 54 anos, foi morto a tiros, na tarde de ontem, no Xaxim. O homem chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

O crime aconteceu por volta das 13h, quando Oscar trafegava pela Rua Valdemar Loureiro de Campos. Segundo uma testemunha, dois homens que estavam em uma moto vermelha, usando capacetes, abordaram a vítima e deram início a uma discussão. Pouco tempo depois, a dupla efetuou três disparos e fugiu. Baleado no peito e na mão, Oscar foi atendido por socorristas do Siate, que tentaram reanimá-lo no local. Ele chegou a ser levado ao Hospital do Trabalhador, mas morreu durante o percurso.

De acordo com a investigadora Ana, da Delegacia de Homicídios, a testemunha forneceu as informações aos policiais militares e depois foi embora sem deixar qualquer contato.

No carro de Oscar os policiais encontraram R$ 2.400,00, fato que descarta a hipótese de latrocínio – roubo seguido de morte. Na tarde de ontem, familiares da vítima foram à delegacia especializada, onde contaram que Oscar tinha saído de casa, no Parolin, para trabalhar. O motivo do crime ainda não foi apurado pelos investigadores, que trabalham inclusive com a possibilidade de Oscar ter sido assassinado depois de uma briga de trânsito. O homem usava a Variant para comprar e vender sucata.