Ao sair de casa para ir comer cachorro quente, por volta das 22h de anteontem, o mecânico Alessandro Balieiro de Oliveira, 20 anos, foi morto na Rua Professor Francisco Alberto de Castro, Vila Osternack, Sítio Cercado. Segundo informações da Delegacia de Homicídios, a arma utilizada no crime foi de calibre 7.65.

O pai da vítima contou que o filho era estudioso, trabalhador e não tinha vícios nem inimizades. Por isso acredita que o filho foi morto em represália pelo fato de ter ido à imprensa pedir segurança na região.